1/3 de quem pretende comprar no Dia da Criança está inadimplente

0
Foto: Divulgação

Fonte: Folhapress.
Mesmo com o orçamento apertado e até mesmo com dívidas, o brasileiro irá às compras no Dia da Criança. Segundo levantamento feito pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e CNDL (Câmara Nacional de Dirigentes Lojistas), três em cada dez consumidores que irão presentear na data estão com ao menos uma conta em atraso.
“As pessoas estão com o orçamento mais apertado. É um percentual grande que está inadimplente e que mesmo assim não deixa a tradição de lado, apesar de a recomendação ser pagar as dívidas antes de fazer novos gastos”, afirma a economista-chefe do SPC, Marcela Kawauti.
Segundo o levantamento, o gasto médio deve ser em torno de R$ 187 com presentes e movimentar 9,4 bilhões em vendas no comércio. Roupas e calçados (38%), bonecas (37%), aviões e carrinhos de brinquedo (21%) lideram as intenções de compra. O movimento de 2018 deve ser ligeiramente maior, que em 2017 já que 72% pretendem comprar presentes. No ano passado, a intenção era de 67%.
Para quem não quer que o gasto pese no orçamento mas não abre mão de presentear, as dicas vão desde pesquisar preços e dividir o gasto ou outras pessoas da família.
Não se deixar levar pelo desejo da criança também é importante para não cair em dívidas. Porém, 37% dos entrevistados existe pressão da criança para comprar o que ela deseja. “Não levar a criança para as compras é fundamental, mas é um exercício para o adulto não deixar se influenciar para que ele consiga não se endividar para dar o presente”, afirma a economista.
A pesquisa foi realizada em todas as capitais com 819 casos em um primeiro levantamento para identificar o percentual de pessoas com intenção de compras no Dia das Crianças. Em um segundo levantamento, 600 casos mostraram o público interessado em comprar presentes na mesma data.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here