Bolsonaro tira Joice Hasselmann da liderança do governo no Congresso

A crise no PSL teve mais um desdobramento nesta quinta-feira (17). O presidente Jair Bolsonaro resolveu retirar a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) da liderança do governo no Congresso. O substituto no cargo será o senador Eduardo Gomes (MDB-GO).

Joice comprou briga com Bolsonaro na quarta-feira (16), depois de ter assinado uma lista de apoio à permanência de Delegado Waldir (GO) na liderança do PSL na Câmara. Waldir é ligado ao presidente da legenda, o deputado Luciano Bivar (PE), e tem feito críticas públicas a Bolsonaro.

Ainda, uma conversa divulgada nesta quarta-feira (16) mostra que Bolsonaro interferiu diretamente na articulação para que seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (SP), ocupasse o cargo. No entanto, Joice se recusou a apoiar a indicação.

Não é a primeira vez que a relação entre os dois fica fragilizada. Bolsonaro já criticou Joice publicamente por estar com “um pé em cada canoa”, em referência à sua aproximação com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), para uma possível candidatura à prefeitura de São Paulo em 2020.

Também nesta quarta-feira, Joice atacou o assessor especial de Bolsonaro, Filipe Martins, e o chamou de “frouxo”.

Douglas Garcia, deputado estadual pelo PSL em São Paulo, rebateu a publicação, dizendo que Joice teve “mais de um milhão de votos para ser fiscal da vida íntima dos outros”.

Artigos relacionados

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: