Brigada Militar prende suspeitos de latrocínio em Sentinela do Sul

0

A Brigada Militar prendeu dois suspeitos de serem os autores do latrocínio ocorrido na noite de sexta-feira, 11 de agosto, na localidade de Cerro Chato, interior de Sentinela do Sul, quando um homem conhecido pelo apelido de Saci foi morto de forma violenta, a pauladas.
De acordo com o 1° sargento Rubens Subtil da Silveira, do GPM de Sentinela do Sul, a partir de informações obtidas por investigação, foi possível identificar os suspeitos, incluindo uma foto postada pela dupla nas redes sociais, onde ambos apareciam exibindo o que seriam armas de fogo.
Na tarde desta quarta-feira (15), durante um patrulhamento na localidade onde ocorreu o crime, os policiais perceberam que um rapaz, posteriormente identificado pelas iniciais L.B.R. (idade não divulgada), tentou fugir quando avistou a viatura, mas foi detido pelos policiais e levado para prestar depoimento na Delegacia de Polícia de Tapes.
Já na manhã desta quinta-feira (16), numa operação conjunta da Brigada Militar de Sentinela do Sul, Tapes e Camaquã, em patrulhamento pelo mesmo local, o segundo suspeito foi abordado. Com este, que foi identificado pelas iniciais M.S.D., 21 anos, foi também apreendida uma espingarda calibre .32 e uma réplica de pistola HK USP. O acusado também conduziu os policias onde estava a carcaça de uma moto, carbonizada, que teria sido subtraída da vítima do latrocínio. A polícia acredita que o acusado tentou se desvencilhar dos indícios do crime. O rapaz também foi conduzido a DP de Tapes para ser ouvido.
Além do latrocínio os dois presos são suspeitos de cometerem outros delitos pela região de Cerro Grande do Sul, Sentinela do Sul e Sertão Santana. Por não configurar flagrante ambos foram ouvidos e liberados, e devem responder ao processo em liberdade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here