Cortes de eucaliptos na orla divide opiniões em Arambaré

Uma grande derrubada de eucaliptos autorizada pelo Executivo Municipal, na orla da praia em Arambaré, nesta semana, causou um grande impacto visual no local e também gerou uma discussão sobre a necessidade da ação e a forma com que o trabalho vem sendo conduzido.

Um vídeo foi produzido pelo vereador Neriton Curtinaz (PSD) e postado na internet denunciando o que seria um crime ambiental pelo fato de que as árvores que estão sendo derrubadas abrigam ninhos de passarinhos, principalmente caturritas e que estes ninhos também estão sendo derrubados comprometendo a vida destes animais.

Em nota a administração municipal explicou que a retirada dos eucaliptos se dá a pedido de moradores locais pelo risco que as árvores oferecem à rede elétrica, às residências próximas e aos pedestres que circulam pelo local, haja vistas os temporais que têm ocorrido na região e que podem causar a queda de galhos e até de árvores inteiras.

A nota diz ainda que o governo municipal contratou os Corpo de Bombeiros Civis do município para executar as podas alertando para o devido manejo com os ninhos existentes para que sejam realocados e que o trabalho tem sido acompanhado e fiscalizado por órgãos ambientais. Completa ainda dizendo que os ninhos que se encontram caídos no local foram derrubados pela ação do temporal.

Os bombeiros civis também se manifestaram neste sentido e afirmaram que em nenhum momento derrubaram ninhos e que são conhecedores das normas ambientais para a execução do serviço. Também destacaram a instabilidade climática que por cerca de dez dias gerou ventos fortes na cidade.

Posteriormente o vereador Neriton voltou às redes sociais e disse que é a favor das podas, mas que existem regras para tanto e que estas devem ser cumpridas, sobretudo o período para que elas ocorram e que o governo municipal estaria desrespeitando um calendário criado pela própria administração municipal.

As postagens abriram um intenso debate entorno do tema e a maioria contrária às podas reclama da retirada da sombra, tão valorizada pelos visitantes da praia na temporada de veraneio. Muitos questionam a real necessidade de supressão dos eucaliptos e a falta de planejamento para uma substituição gradual das árvores no local por espécies que não ofereçam riscos à população.

A história se repete

O corte de eucalipto na orla já foi tema de debate e discórdia no município em 2016, quando a administração municipal da época também realizou podas alegando os mesmos motivos de agora.

Biólogos afirma que por se tratar de uma planta exótica não há um impeditivo legal para a retirada dos eucaliptos da orla, que é uma área de preservação permanente (APP).

O que volta ao debate é a questão cultural dos moradores e turistas que frequentam o espaço e se habituaram a aproveitar a sombra e apreciar a paisagem que foram completamente modificadas.

Confira a nota da Administração Municipal na íntegra:

“A Prefeitura de Arambaré vem em nota esclarecer os fatos elencados em vídeo vinculado nas redes sociais.

Devido a solicitação de moradores e ao risco que os eucaliptos representam para a rede elétrica, residências e pedestres que ali circulam, o Governo Municipal contratou os Bombeiros Civis para executar a autorização da Coordenadoria de Meio Ambiente de número 32/2019, para a poda de eucaliptos localizados na orla da praia, com suas respectivas condicionantes, dentre elas o cuidado com o manejo de ninhos existentes no local.

Os Bombeiros estão realizando o serviço desde o mês de setembro tomando o cuidado de operacionalizar apenas em condições climáticas favoráveis, e neste período em nenhum momento foi constatado empecilhos relacionados aos ninhos, pois a fiscalização ambiental em diversas vezes esteve no local realizando o acompanhamento dos trabalhos. Em virtude das intempéries que atingiram o nosso município e região, a Coordenadoria de Meio Ambiente recebeu informações do setor de Obras e Defesa Civil de áreas impactadas pelo acúmulo de água, como estradas, rompimento de açudes, podas e supressões de emergência assim como a retirada de famílias atingidas em situação de risco, fatos esses que interferiam diretamente no cronograma de execução.

Também recebeu esta Coordenadoria relatório dos Bombeiros Civis de que haviam ninhos caídos, em vistoria, verificou-se a queda dos mesmos, e que, encontravam-se próximos aos exemplares cortados, também foi observado mais ninhos caídos próximo ao Parque Municipal de Eventos onde não está sendo realizado o serviço de poda.

Vale ressaltar que devido ao trabalho imprescindível que o Corpo de Bombeiros realiza, os ninhos em questão são cuidadosamente retirado e realocados em outras árvores tendo como princípio a preservação da fauna local.
Esclarecemos a população que não temos motivos ou provas para acatar a denúncia realizada por rede social, uma vez que o trabalho realizado pelos Bombeiros Civis de Arambaré é sério e de extrema qualidade.”

Veja o vídeo do vereador Neriton:

Absurdo

Geplaatst door Gabriela Wertheimer op Vrijdag 8 november 2019

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: