Desenvolvimento territorial rural em foco

0
551

Durante dois dias, 22 e 23 de agosto, a agricultura familiar e o desenvolvimento rural da região Centro Sul foram temas de debates na cidade de Dom Feliciano, onde foi promovido o Fórum da Agricultura Familiar e o X Fórum Regional de Desenvolvimento Rural, evento por onde passaram mais de 600 pessoas.
Sob o mote “Agricultura Familiar quem não vive dela, depende dela pra viver”, as discussões do primeiro dia se deram em nível municipal com a participação de autoridades políticas locais e do deputado estadual Zé Nunes (PT) que defendeu a importância do evento como ferramenta para o planejamento de ações no meio rural, principalmente no que diz respeito a diversificação de cultura. “Este é um assunto que precisa ser abordado entre os agricultores. Onde tem diversificação, tem qualidade de vida”, considerou o deputado.
Com o intuito de implantar uma nova matriz produtiva no município o prefeito Clênio Boeira disse que é preciso obter o conhecimento para as tomadas de decisões e considera que o fórum com a participação das pessoas seja um bom momento para isto. Neste sentido a programação contou com palestras ministradas por técnicos e profissionais de diversas áreas de cultivos, incluindo a batata doce, oliveiras e citros, e ainda com apresentação de experiências de produção e investimento em infraestrutura rural.
A abertura do primeiro dia contou com a apresentação mística da Escola de Jovens Rurais do município que trouxe uma reflexão aos participantes alertando para as questões da sucessão familiar e da não permanência do jovem no campo com o tema “O que será da agricultura sem a força do jovem?”.
No segundo dia o evento contou com a participação de pessoas dos 17 municípios que compõem o Colegiado Territorial Rural Centro Sul (Codeter Centro Sul) quando então os debates evoluíram para as questões regionais. Na abertura houve os pronunciamentos do prefeito de Dom Feliciano, Clenio Boeira, do coordenado do Codeter, Cicero Omar da Silva e do supervisor regional da Emater/RS-Ascar de Porto Alegre, Volnei Wruch Leitzke.
Na sequência o professor Décio Cotrin, da UFPEL, palestrou fazendo um resgate do trabalho do Codeter desde sua formação passando pela coleta das informações, produção de documentos e a construção de planejamentos de desenvolvimento, com base em informações locais.
No mesmo sentido Volnei apresentou o tema principal do fórum tratando das experiências, deficiências e potencilaidades do Território Rural Centro Sul, informações que serviram de base para os trabalhos da plenária que foi dividida em cinco grupos de discussões com a pergunta norteadora: “Quais são as demandas e as estratégias para o desenvolvimento rural da região?”
Os apontamentos resultarão na elaboração da “Carta de Dom Feliciano”, documento que servirá de balizador das ações do Território Rural Centro Sul, bem como serão encaminhadas cópias às autoridades políticas estaduais e federais no sentido de orientar as tomadas de decisões.
As representantes da Uergs, Márcia Motta e da Urfgs, Natiele Woiczekoski apresentaram a parceria realizada entre as duas universidades para integrar o quadro técnico do Codeter Centro Sul assessorando na elaboração de novos projetos. Também a professora Rafaela Printes, da Uergs, apresentou o trabalho de formação e fortalecimento da segurança alimentar e nutricional, realizados pelas universidades em alguns municípios do território.
No encerramento o coordenador do Codeter Centro Sul, fez um agradecimento aos participantes e as entidades que contribuíram para a promoção do fórum falando de sua satisfação.
“Ficamos extremamente satisfeito com a participação intensa e de qualidade de pessoas e entidades comprometidas com o desenvolvimento regional. Acredito que só assim, com a participação popular, ouvindo a todos é que vamos conseguir realmente atender os anseios de nossas comunidades e construirmos juntos as soluções para os problemas enfrentados, ou ainda aproveitarmos melhor as nossas potencialidades”, colocou Cicero.
Volnei destacou a quantidade de demandas e estratégias apontadas, evidenciando o grande trabalho que necessita ser feito na região. “Esse é um primeiro passo na reorganização do território e pudemos perceber com o fórum o grande caminho a trilhar”, concluiu.
Veio da fala do prefeito Clenio Boeira no encerramento a decisão de que o próximo fórum regional, em 2018, será realizado novamente em Dom Feliciano, e neste, se definirá o local a ser realizado o fórum regional de 2019.
O adminstrador disse que valoriza muito estas questões de debates populares e que o municípo estará sempre á disposição para sediar eventos dessa ordem. “Fico feliz em ver que mais de 600 pessoas passaram pelo fórum nestes dois dias e isso nos aponta que estamos no caminho certo na construção de nossas políticas”, finalizou.
Foi sugerido ainda, que cada município realize o seu fórum local com intuito de definir estratégias e eleger delegados para a participação no fórum regional.
O evento foi promovido numa parceria entre a prefeitura de Dom Feliciano, Colegiado de Desenvolvimento Territorial (Codeter) Centro Sul e a Emater-RS/Ascar e contou com o apoio da Afubra, Embrapa e Sicredi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.