Educadores recebem Prêmio Professores do Brasil

premio-professores-01Quatro projetos das seis categorias se destacaram no início do mês no Prêmio Professores do Brasil, reconhecimento do Ministério da Educação a ações de educadores de escolas públicas que melhoram a aprendizagem na sala de aula. Em sua nona edição, foi entregue R$ 7 mil para cada premiado.
Foram seis categorias em disputa, com um vencedor de cada região num total de 30 experiências reconhecidas. A peculiaridade dos gaúchos é que todas as experiências ocorreram em cidades pequenas do Interior como Chuvisca, Arroio Grande, Pinhal Grande e Sertão Santana e tanto em escolas municipais quanto estaduais. Em comum, as ações buscam na praticidade uma forma de avançar na teoria ou resolver problemas peculiares de cada região como desemprego ou perda das raízes culturais.
O objetivo do Prêmio Professores do Brasil é reconhecer o trabalho dos profissionais das redes públicas que, no exercício da atividade docente, contribuem de forma relevante para a qualidade da Educação Básica no Brasil. Busca também valorizar o papel dos professores como agentes fundamentais no processo formativo das novas gerações, dar visibilidade às experiências pedagógicas consideradas exitosas e que sejam passíveis de adoção por outros professores e estimular a participação dos professores como sujeitos ativos na implementação do Plano Nacional de Educação.
Município de Chuvisca
A professora da rede municipal de ensino Adriane Tavares Bilhalva, foi finalista na categoria pré-escola. Ela desenvolveu com os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Arlindo Bonifácio Pires o projeto “Porongo: do cultivo à arte”.
Além de resgatar aspectos culturais, utilizando em sala de aula a matéria-prima das cuias, o projeto desenvolveu as habilidades das crianças através do artesanato. Os demais professores do estabelecimento de ensino e as famílias também foram envolvidas, especialmente no cultivo do porongo que é utilizado em sala de aula.
A professora Adriane Tavares Bilhalva esteve, juntamente com o diretor da EMEF Arlindo Bonifácio Pires, professor Antonio Cleomir Corrêa Gomes em Brasília de primeiro a quatro de dezembro no Ministério da Educação para a cerimônia de entrega dos troféus aos professores classificados para a etapa final do concurso.
A premiação ocorreu no fim da tarde da quinta-feira (03), no Hotel Royal Tulip Brasília Alvorada, em Brasília, e reuniu os 30 professores finalistas, representantes das comunidades escolares e entidades ligadas ao ensino. Todos os professores de escolas públicas da educação básica podiam se inscrever enviando um relato do trabalho desenvolvido com uma turma de alunos.
Chuvisca, representada por dois de seus profissionais da área da Educação, trouxe na bagagem o ensinamento de que, independentemente do processo de seleção, a participação dos professores é um caminho para a busca da qualidade na educação, compromisso de todos os educadores!
Município de Sertão Santana
A insistência em desenvolver o empreendedorismo e ao cooperativismo nos estudantes do ensino médio da Escola Estadual Eduardo Secco, em Sertão Santana, fez a professora de história , Juride Aparecida Luz de Quadros, 54 anos, receber o Prêmio Professores do Brasil, do Ministério da Educação. Já faz três anos que os trabalhos são apresentados na Feira na escola. “trabalho numa escola que não tem laboratório de informática, a internet é fraca e espero que com esse prêmio a escola possa ganhar um laboratório”, disse.
“Nunca saí do (RS) e nem tinha viajado de avião”, comentou a professora, que disse que não imaginava que seu trabalho dentro da disciplina de Seminário Integrado, no Ensino Médio Politécnico, o levasse tão longe. Além de uma placa, a Juride, que trabalha há 12 anos como professora contratada, dos quais nove anos, na Escola Eduardo Secco. A professora reside em Guaíba e todas as semanas vai a Sertão Santana, de ônibus, onde fica até quinta-feira, á noite, para trabalhar. Segundo a professora, o projeto “Profissionais do Futuro” visa inserir os jovens no mercado de trabalho. Eles aprendem a fazer plano de negócios, a legislação, o marketing e a tarefa final é criar uma empresa.
premio-professores

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios