Emater incentiva práticas de conservação do solo nas propriedades

Cerro Grande do Sul
Os extensionistas do escritório municipal da Emater de Cerro Grande do Sul, Rafael Netto e Eduardo Brocca Lentz, vêm desenvolvendo um trabalho de recuperação do solo junto aos agricultores do município, principalmente com a implantação de curvas de nível nas lavouras.
As curvas de nível ajudam a reter elementos solúveis do solo, portanto a conservar os nutrientes, imprescindíveis para o bom desenvolvimento da planta. Além disso, equilibra a velocidade da água da chuva, evitando que o cultivo perca também os minerais.
Essa técnica é essencial para áreas íngremes. O processo ajuda a conservar o solo contra erosões e contribui com o controle do escoamento da água da chuva, fazendo com que ela se infiltre mais facilmente na terra e evite os deslizamentos.
Os extensionistas revelam que paralelo às ações efetivas no campo, demarcando as curvas nas propriedades, é preciso fazer um trabalho de conscientização e convencimento de alguns agricultores que ainda oferecem resistência aos sistemas. Um exemplo positivo deste trabalho pode ser observado nas lavouras de Cleomar Schmidt, que cultiva hortaliças em uma pequena propriedade rural, em Raia do Ipê.
O terreno bastante íngreme utilizado pelo agricultor vinha sofrendo com erosões e perdas de nutrientes, mas atualmente, depois da implantação das curvas de nível, há cerca de três meses, a realidade já é outra e a diferença já pode notada no desenvolvimento das plantas, afirma o agricultor que também se revela bastante satisfeito com os resultados.
Na localidade de Data dos Tavares, o agricultor Carlos Solon Tavares já utilizava a implantação de curvas de nível em suas lavouras há alguns anos, mas com o tempo deixou a prática de lado e os resultados não foram os melhores, pois a combinação da declividade do terreno com períodos chuvosos levaram embora uma grande porção de solo e ainda causaram prejuízos em plantações, fatores que levariam o agricultor a abandonar a lavoura e procurar outra área para o plantio da nova safra. Na última segunda-feira, 14 de agosto, os técnicos da Emater estiveram na propriedade de Solon fazendo a demarcação de novas curvas de nível e o produtor rural já poderá fazer o plantio da nova safra seguindo o traçado demarcado, com a garantia de que o solo será preservado.
Os extensionistas reforçam que apesar da implantação de curvas de nível ser uma das principais formas de conservação do solo é importante que os produtores também adotem outras práticas conservacionistas, incluindo cobertura vegetal que também atua na proteção contra a erosão hídrica, pois protege o solo do impacto direto das gotas de chuva sobre a sua superfície, a rotação de culturas, o plantio direto, o controle de capinas, entre outros.
Os produtores rurais do município que tiverem interesse de terem curvas de nível demarcadas em suas propriedades devem comparecer ao escritório municipal da Emater para fazer o agendamento.

sandro

Técnico em Agropecuária e Professor de Matemática de formação, apaixonado pelo mundo da informática e informação, Sócio Proprietário da Empresa Regional Tecnoinfo, Jornal Regional e Portal Clicr.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios