Paulo Ziulkoski fala de eleições municipais em Mariana Pimentel

Presente na festa do município o ex-prefeito Paulo Ziulkoski, atualmente presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) falou de seu carinho por Mariana Pimentel e revelou que são raros os finais de semana que não visita a cidade, onde possui um sítio e alguns negócios particulares.

Por seu histórico político e sua atual atuação a frente de uma entidade que defende os direitos dos municípios Paulo Ziulkoski tem muita influência no atual cenário político marianense e neste ano eleitoral seu nome já apareceu cogitado entre os que poderiam concorrer a uma vaga no Executivo municipal nas eleições de outubro, contudo o ex-prefeito afirma que não tem essa ambição e que não deverá concorrer a nenhum cargo eletivo em 2016.
“Não sou candidato nem estou pleiteando cargo, mas acho que tenho o dever de contribuir para o debate. Acho que tem de haver a união de todos. Temos que tirar esse vínculo que muitos colocam em nível pessoal e transformar isso numa proposta”, colocou.

Ziulkoski avaliou que Mariana Pimentel atingiu a um pico de gestão depois começou a degringolar e hoje sofre estes reflexos, porém evita atribuir culpa a pessoas ou partidos. “Não estou aqui culpar ninguém. Não é essa a discussão. Estou e propondo a no próximo ano ajudar a quem vier numa proposta de reconstrução.
Questionado se seu partido teria um nome pra sugerir como pré-candidato a prefeito minimizou a questão. “Eu sou de um partido, mas posso apoiar um candidato de outra sigla se entendermos que essa pessoa tenha o perfil adequado. Acho que candidato é última coisa que tem que se falar. Primeiro temos que ter um projeto de reconstrução depois escolher que vai nos representar. No Brasil há essa inversão, no meu conceito”, finalizou.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios