Presos quatro suspeitos pela morte de Alex Ribeiro, de Sentinela do Sul

Garçom foi morto em janeiro deste ano, em Porto Alegre
A polícia prendeu na quarta-feira, 25 de julho, quatro pessoas acusadas de envolvimento na morte de Alex Ribeiro da Silva, natural de Sentinela do Sul, que trabalhava como garçom, no bairro cidade baixa, em Porto Alegre, onde foi assassinado, no dia 08 de janeiro deste ano.
As investigações apontaram para crime passional, já que a polícia descobriu que a vítima teria tido um relacionamento amoroso com uma ex-namorada de um dos envolvidos no crime, que gerou o ciúmes e culminou no assassinato.
A polícia descobriu que Alex trocou mensagens pelo telefone celular com uma mulher desconhecida e marcou um encontro para depois do trabalho. Quando estava indo ao encontro, passando pela Rua José do Patrocínio, foi abordado por homens armados, a bordo de um veículo prata, que atiraram contra ele atingindo-o no rosto com um dos disparos.
Alex tinha 40 anos, era separado da esposa e tinha uma filha de sete anos. Ele morava há quatro anos em Porto Alegre.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios