Secretaria de Obras de Barão do Triunfo está com novo secretário

Na sexta-feira, 08 de abril, Claudiomar Costa de Lima, o Dadai, como é popularmente conhecido no município, assumiu o comando da secretaria municipal de obras e já está pondo em prática seu planejamento de trabalho no desempenho da função, que tem dentre as atribuições a manutenção da malha viária municipal, a limpeza de ruas e praças e o controle de recolhimento de lixos e entulhos, entre outras.

O novo secretário revelou em entrevista ao jornal Regional como deverá desenvolver este trabalho durante sua gestão da pasta.

Regional: A julgar pelas reclamações do setor, elencadas nas sessões da Câmara de Vereadores e que reflete o clamor da população baronense, você assume a secretaria num momento crítico. Como pretende atender esta demanda?
Dadai: Num primeiro momento vamos atender os lugares mais críticos, inclusive algumas das solicitações dos vereadores, na última sessão, como a Estrada do Fumo e a Linha Dona Amália, já foram atendidas e estamos trabalhando na saída do município em direção a Mariana Pimentel e em seguida o acesso a Arroio dos Ratos, por Faxinal.
A maioria das estradas necessita de ensaibramento e vamos trabalhar desta forma, consertando e prevenindo contra o surgimento de barro após as chuvas.

Regional: De que forma você planeja conduzir estes trabalhos?
Dadai: Tem que acompanhar o serviço de perto e é isso que pretendo fazer. Os funcionários já trabalham há tempos na função, mas é importante a presença do secretário administrando junto e dando suporte para que o serviço saia perfeito. Recentemente fomos eu e o prefeito Rui verificar a situação de um bueiro que precisava de conserto e lá trocamos ideias com os funcionários, pois eles sabem como fazer, porém vamos nos certificar que o serviço saia bem feito para que não precise voltar lá tão cedo. Se, por exemplo, uma estrada secundária ou entrada de morador pode ser feita em 10 ou 15 minutos de trabalho, vou estar junto pra autorizar e não precisar voltar lá outra vez para fazê-la.

Regional: Como é seu plano estratégico para manutenção das estradas após este atendimento emergencial?
Dadai: Pretendemos agrupar o serviço por regiões, pois isso nos permitirá um acompanhamento melhor e vamos trabalhando por lotes, salvo algum atendimento emergencial. Isso nos permitirá ainda otimizar os serviços e diminuir custos de deslocamentos.

Regional: A secretaria tem a estrutura necessária para fazer o atendimento que o município precisa hoje?
Dadai: Na verdade temos parte das máquinas em uso e outras em manutenção, mas estamos providenciando o conserto de todas para que possamos colocar a maior quantidade possível em funcionamento. Uma das condições para que assumíssemos a secretaria foi a garantia de suporte neste sentido porque temos um volume grande de estradas pra atender e se começar a faltar equipamentos, recursos para manutenção das máquinas ou recursos humanos, fica impossível de darmos conta do recado.

Regional: Como fica o atendimento da parte urbana nas ruas e na praça?
Dadai: Terminando essa parte emergencial do interior passaremos para a reforma e limpeza das ruas da cidade. Neste sentido vamos trabalhar com uma campanha de conscientização da comunidade para que seja parceira do poder público e que auxilie na manutenção da limpeza urbana, não jogando lixo nas ruas, descartando corretamente os inservíveis ou mesmo limpando as bocas de lobo. Para quando a pessoa ver aquele lixo trancando a boca de lobo, mesmo que não foi ela que jogou, não custa ir ali e recolher, pois todos saem ganhando com isso, porque o entupimento dos bueiros é a causa de tantos outros problemas.
Quanto a praça destinamos dois funcionário permanentemente para fazer a manutenção diária, de forma que realize a limpeza e faça o recolhimento das folhas e do lixo imediatamente, sem deixar serviço inacabado. Nos banheiros fizemos uma lavagem geral com uma bomba lava jato e agora faremos a limpeza diária pela manhã e a tarde.

Regional: Como está a questão do recolhimento do lixo e estruturação deste setor no município?
Dadai: Temos um recolhimento constante por empresa licitada, porém tivemos alguns cortes financeiros nesta área, mas vamos nos reunir em seguida com a secretaria do meio ambiente para tomarmos melhor conhecimento da situação e planejarmos ações neste sentido. Provavelmente teremos de estruturar melhor nossas lixeiras, com reformas e implantações de novas unidades, mas isso ainda está em estudo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios