Sentinela do Sul sedia a 5ª Abertura Oficial da Colheita da Oliva

O município de Sentinela do Sul sediou na sexta-feira (04) a 5ª Abertura Oficial da Colheita das Olivas. A solenidade que ocorreu na localidade do Araça Calderon reuniu, além de produtores, autoridades municipais e estaduais na propriedade da empresa Tecnoplanta.

O governo do estado foi representado pelo vice-governador José Paulo Cairoli, e também pelo representante da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo Iberê de Mesquita Orsi, Luciano Maronezi, superintendente federal da Agricultura no RS, secretário estadual da agricultura Ernani Polo, além de representantes da Emater/Ascar e Embrapa.

Também prestigiaram o evento alguns prefeitos de municípios do Estado, entre estes: Luciano Boneberg de Barra do Ribeiro, Otomar Vivian de Caçapava do Sul, Léo Girardelo de São Sepé.

Os empresários Eudes Marchetti e Osmar da Rosa, ambos da empresa Tecnoplanta, falaram em nome dos produtores, destacando que a olivicultura também significa produzir alimentos, além de chamarem a atenção sobre a necessidade de divulgação dos benefícios do azeite de oliva extra virgem para a saúde, e da importância da busca de novas tecnologias e novas variedades. “Também é fundamental a participação do Estado para o desenvolvimento contínuo de pesquisas, qualificando a produção”, ressaltaram.

O vice-governador Cairoli aproveitou para falar do trabalho que está sendo desenvolvido para equilibrar o orçamento estadual e que é importante ter a consciência de que o Estado precisa ser mudado. Para os produtores, o vice-governador destacou a notícia que a Secretaria da Fazenda está concluindo um estudo para viabilizar incentivos fiscais para o setor da olivicultura.

Em seu pronunciamento o prefeito municipal de Sentinela do Sul Julio Carvalho, deu as boas vindas aos presentes e destacou que a cultura da oliva apesar de ser uma atividade agrícola nova na região, já demonstrou estar amplamente adaptada ao clima e solo. “Esta atividade se credencia para ser uma forte alternativa para diversificação de cultura”, destacou.

Ernani Polo, secretário da agricultura, destacou que as plantações gaúchas estão “no lugar com melhor potencial do Brasil e um dos melhores do mundo para o cultivo das oliveiras.”

Ao final foram encenadas duas maneiras de como serão feitas as colheitas das olivas, uma manualmente e a outra tratorizada, que facilitará o serviço de colheita. Na sequência foi servido um coquetel aos presentes.

Investimentos

Nos últimos anos, os investimentos privados no desenvolvimento do setor da olivicultura gaúcha, tanto na implantação de olivais como na instalação de fábricas de azeite, foram superiores a R$ 40 milhões, sendo responsável pela geração de mil empregos diretos na metade Sul. O Rio Grande do Sul conta hoje com 160 produtores, com plantações e viveiros em 1.730 hectares, em 55 municípios, seis indústrias e onze marcas de azeite de oliva extra virgem.

Diante dessa evolução, com o objetivo de incentivar a cultura e homenagear produtores, foi instituída a Abertura Oficial da Colheita da Oliva no Estado, evento transformado em lei, de número 14.715, pelo governador José Ivo Sartori.

Fotos: Ascom Pref. de Sentinela do Sul

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios