Nesta quinta-feira, 28, Dia do Produtor de Tabaco, o município de Vale do Sol sedia a Abertura Oficial da Colheita do Tabaco no Rio Grande do Sul. O evento será na propriedade de Oladi Lúcio e Marli Schroeder, na localidade de Faxinal de Dentro, com a presença de autoridades, lideranças do setor rural, produtores e imprensa. A Abertura inicia às 14 horas, restrita para convidados e seguindo todos os protocolos sanitários devido à Covid-19.

Preparando-se para participar da Abertura, o presidente da Afubra, Benício Albano Werner, já se sente em casa, já que é natural da Formosa, também localidade de Vale do Sol. “O dia hoje é muito especial. Além de homenagearmos àqueles que fazem a Afubra há 66 anos, os produtores de tabaco, podemos, também, fazer a Abertura Oficial da Colheita, do Estado, na minha terra”, destaca Werner.

 

ABERTURA OFICIAL – A Abertura da Colheita do Tabaco no Rio Grande do Sul integra o calendário de eventos do Estado. O primeiro evento foi realizado em 2017, em Venâncio Aires; o segundo, em 2018, em Canguçu; e o terceiro, 2019, em Arroio do Tigre. Devido à pandemia do Covid-19, em 2020, a Abertura foi cancelada.

VALE DO SOL – Na safra 2020/2021 foram 2.556 famílias que produziram, em 5.276,9 hectares, 12.372,5 toneladas de tabaco. O produtor recebeu, em média, R$ 10,28 por quilo de tabaco comercializado, totalizando um faturamento de R$ 127.189.300,00.

NÚMEROS – A produção sul-brasileira de tabaco na safra 2020/2021 foi de 628.489 toneladas, sendo 572.732 toneladas de Virginia, 49.260 de Burley e 6.497 de Comum. O Rio Grande do Sul foi responsável por 45,1% da produção do Sul do Brasil, alcançando 283.479 toneladas, distribuídas em 254.906 toneladas de Virgínia, 28.045 de Burley e 528 toneladas de Comum.

Texto: Jorn. Luciana Jost Radtke/Foto: Arquivo/Afubra