Um crime que há muito vem preocupando os produtores rurais voltou a ocorrer em Cerro Grande do Sul nos últimos dias deixando um rastro de prejuízo nas pequenas propriedades rurais.

Entre a noite da última segunda-feira, 30 de março, e madrugada de terça-feira, (31), três propriedades rurais das localidades vizinhas de Linha Italiana e Indaiá foram alvos de ladrões abigeatários que roubaram sete reses ao todo, sendo quatro de uma, duas de outra e mais uma de outra.

De acordo com relatos das vítimas alguns animais foram laçados no campo e conduzidos por indivíduos a cavalos por trechos de estradas vicinais, haja vistas os rastros deixados no chão. Os animais foram reunidos em um ponto estratégico em meio a um mato de eucalipto ás margens da estrada onde provavelmente foram embarcados em um caminhão.

“Era gente preparada e que conhecia bem o local, além de que tinham cavalos bons, pois levaram alguns dos bichos de arrasto na cincha”, comentou um dos proprietários.

O agricultor disse também que em dado momento, na noite do roubo, ouviu um barulho vindo da mangueira do gado, perto da casa, e chegou a verificar do que se tratava, porém não identificou nada de estranho, mas ao voltar pra dentro de casa ainda viu algo como um relâmpago na janela.

“Acredito que o clarão era os faroletes dos ladrões que rondavam a propriedade e com o movimento desistiram de levar os bichos da mangueira. Só assim o prejuízo não foi maior”, concluiu.

Já na semana anterior, na manhã da quinta-feira, 26 de março, um morador da localidade de Tiririca encontrou somente algumas partes de sua vaca de leite espalhadas pela propriedade, já que o animal havia sido carneado por ladrões durante a madrugada.