Sequoia

– A maior espécie de árvore do mundo é a sequoia. Esta gigante é encontrada nos Estados Unidos e pode atingir até 110 metros de altura.

Salgueiro-anão

– A menor árvore do mundo é o salgueiro-anão (salix herbácea). Com altura média de 4 a 5 cm, esta pequena árvore é muito encontrada em regiões frias do hemisfério norte.

 

Plantas carnívoras nepentáceas

– As plantas carnívoras nepentáceas são as que possuem a capacidade de comer animais de maior tamanho. Encontradas nas florestas tropicais da Ásia, estas plantas podem comer mamíferos de pequeno porte, sapos e até passadores pequenos.

Rafflesia Arnoldii

– A flor mais fedorenta do mundo também é uma das maiores. A rafflesia arnoldii possuí um desagradável cheiro de carne podre. Com diâmetro de até 90 cm, esta flor pode pesar até 10 quilos. Ela é encontrada no sudeste da Ásia.

Palmeira-do-ceilão

– A planta que apresenta o maior comprimento do mundo é a palmeira-do-ceilão. Típica da Índia e do Sri Lanka, esta palmeira pode apresentar inflorescência de até 8 metros de comprimento.

 

Vitória Régia

– A vitória régia é a planta aquática que aguenta muito peso. Uma vitória-régia de grandes proporções pode aguentar até 40 kg (bem distribuídos pela superfície da folha). Esta planta é encontrada em áreas de mangues da floresta amazônica.   A flor é outra parte que merece destaque. São grandes, surgem no verão e duram apenas 2 dias. No primeiro dia da floração são brancas e no segundo dia, se torna rosada.

Uma criança com peso até 40kg pode até se deitar em uma vitória-régia sem que ela se afunde.

Oleandro

– Uma das plantas mais venenosas do mundo é o Oleandro (Nerium oleander). Este arbusto ornamental pode enganar com suas belas flores de cor rosa, vermelha ou branca. Na verdade, esta planta apresenta dois princípios ativos extremamente tóxicos para os seres humanos: a neriantina e a oleandrina. A ingestão de uma simples folha pode ocasionar a morte de um adulto.

 

– As plantas medicinais mais usadas no mundo são: camomila (matricaria camomila), babosa (aloe vera), guaco (mikania glomerata), quebra-pedra (phillanthus niruri), boldo (plectranthus barbatus) e gengibre (zingiber officinale).

Cactos

– As plantas que melhor sobrevivem em regiões desérticas são os cactos. Conseguem isso graças a sua capacidade adaptativa, pois possuem caules suculentos com grande capacidade de armazenar água.

 

Welwítschia

– Uma das plantas mais raras do mundo é a welwítschia. Encontrada somente no deserto de Namibe (costa sudeste de Angola), é uma planta rasteira que apresenta apenas duas folhas.

 Stapelia Flavopurpurea

– Uma das plantas mais lindas do mundo é a Stapelia flavopurpurea. Típica da Namíbia, apesenta uma flor em formato de estrela do mar na cor verde, com pequenas e delicadas pétalas rosa no centro da flor.

Por Elaine Barbosa de Souza
Graduanda em Ciências Biológicas pela Universidade Metodista de São Paulo