A secretaria municipal de Saúde de Camaquã informou durante live no Facebook, na tarde desta quinta-feira, 09 de julho, que foi registrado mais um óbito por Coronavírus no município. A vítima é um paciente de 75 anos que estava em tratamento contra um câncer e esteve internado em hospital na capital.

Na ocasião foram atualizados os números de casos de Covid-19 no município que totaliza 136 pessoas infectadas e reiterada a orientação à população para que não haja o relaxamento das medidas protetivas.

O procurador geral do município Fabiano Ribeiro destacou que as determinações impostas pelos decretos estaduais e municipais são amplamente divulgadas e devem ser cumpridas. Ele lamentou que muitas pessoas ignoram a situação de risco sanitário que todo o país está vivendo e que por vezes são necessárias intervenções mais rígida do pode público para que as ordens sejam respeitadas.

Neste sentido o procurador informou que está sendo encaminhado ao Legislativo em regime de urgência um projeto de lei que visa regulamentar a questão da punição às pessoas que circularem sem máscaras de proteção nas ruas e a punição aos empreendedores que estiverem descumprindo aquilo que determinam as normas sanitárias.

“Está sendo encaminhado pra lá (câmara) a previsão de multa no valor de R$ 200,00 para pessoas física e se for reincidente poderá ser multado em R$ 400,00. A coisa já esteve melhor e justamente em um momento que estamos aumentando o número de casos as pessoas parece que relaxaram para o uso da máscara em ambiente externo. É pra ver se a população começa a entender aquilo que a gente vem explicando reiteradamente há muito tempo. A gente parece papagaios aqui de tanto que repete”, colocou.

Ele também sublinhou que a fiscalização segue intensa na cidade no sentido de coibir práticas que levem a aglomerações de pessoas e que seguem ocorrendo.

“Durante o final de semana tivemos ações de fiscalização e infelizmente tivemos que desmanchar festas particulares com o apoio da Brigada Militar. É uma coisa que não era pra estar acontecendo. A fiscalização segue ativa alinhada com a promotoria de justiça pra onde vamos encaminhar as demandas e eles tomarão a iniciativa de mover a ação criminal contra essas pessoas que estiverem colocando em risco a saúde da população”, explicou.

Números no estado

Entre quarta-feira (08) e quinta-feira (09) o Rio Grande do Sul registrou 45 mortes causadas pelo coronavírus e 1.015 novos casos. Ao todo são 36.434 casos confirmado e 870 mortes pelo vírus. Estima-se que 30.240 pessoas estejam recuperadas da doença.