Um casal, ele com 63 anos e ela 61, morador de Picada da Cruz, interior de Cerro Grande do Sul, foi vítima de um assalto na tarde deste domingo, 03 de janeiro, quando estava em casa descansando após o almoço.

As vítimas relataram que dois homens chegaram a bordo de uma moto, de cor vermelha, até a porteira do sítio onde moram e adentraram ao local a pé, por volta das 14 horas. Já próximo a casa foram recebidos pela proprietária e lhe pediram água. Em seguida os dois questionaram sobre produtos artesanais que o casal produz, quando a dona da casa chamou o esposo que estava tirando uma sesta, para atendê-los.

Ao entrar no atelier com os visitantes o proprietário da casa foi rendido por um deles que lhe apontou um revólver, ordenou que se ajoelhasse no chão e passou a exigir dinheiro. Segundo a vítima o criminoso mencionava uma quantia de R$ 20 mil sugerindo que o valor seria resultante da venda de uma propriedade rural. Informação que foi negada pela vítima que também afirmou nunca ter vendido nenhum imóvel e não possuir tal valor em casa.

Frustrados com a tentativa mal sucedida de conseguir dinheiro e alertados pelo movimento de vizinhos que se aproximavam do local os dois fugiram levando apenas o telefone celular que a vítima carreava na mão no momento da abordagem.

O fato foi registrado na Delegacia de Polícia local onde a vítima informou algumas caraterísticas dos indivíduos, que não usavam máscaras. O caso segue sob investigação.

*data corrigida às 17h15min