Clientes da Caixa ficam sem os serviços na véspera do feriado

Cerro Grande do Sul – Os usuários da Caixa Econômica Federal (CEF) de Cerro Grande do Sul ficaram sem os serviços do banco na véspera do feriado de Páscoa.
Um ataque com explosivos no caixa eletrônico, na madrugada de terça-feira (27), destruiu o terminal e desde então o serviço não foi restabelecido.
O fato tem causado grande transtorno aos clientes do município, visto que o ocorrido coincidiu com o final do mês, época de pagamento de salários, inclusive da maioria do funcionalismo público municipal que têm suas contas na CEF, depois que a prefeitura municipal negociou com o banco a folha de pagamento municipal.
As opções que os clientes têm para sacar dinheiro são uma casa lotérica no centro da cidade e um terminal instalado em um supermercado, contudo o terminal do supermercado também está em manutenção e a casa lotérica trabalha com um volume pequeno de dinheiro e com pouca capacidade de pagamento.
O prefeito Sergio da Costa disse que cobrou da gerência da CEF uma solução, mas foi informado que o banco segue um procedimento padrão e que só reestabelecerá os serviços depois de reestruturar o caixa eletrônico que foi danificado pela explosão.
Outro problema apontado pelo prefeito é quanto ao local onde será instalado o novo terminal, visto que pelo risco dos ataques, que têm sido cada vez mais frequentes, os comerciantes não têm mais interesse em sediar o caixa eletrônico.

POLÍCIA

Mulher é presa no município de Camaquã

Durante a tarde desta quarta-feira (18), agentes de segurança pública efetuaram a prisão preventiva de uma mulher em Camaquã. A operação ocorreu por meio...

Dupla é presa em Camaquã após roubo a estabelecimento comercial

Durante a noite desta segunda-feira (16), aproximadamente às 22h15, os agentes de segurança do 30º Batalhão de Polícia Militar (BPM) realizaram a prisão de...

Polícia investiga roubo de gado comandado de dentro da cadeia

Na tarde desta segunda-feira (16) a Polícia Civil através da Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (Decrab) de Camaquã deu início...