Na última terça-feira (09), o prefeito Renato Gonczoroski, o chefe de gabinete Gabriel Bolzan e o vereador, Iago Lima (MDB) participaram do “Dia de Estrada”, no município de Ibirubá, a convite do Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal dos Municípios do Alto do Jacuí e Alto da Serra do Botucaraí (COMAJA), com objetivo de conhecer o produto biocatalisador e estabilizante para tratamento de base primária (EMC) Squared, conhecido no Brasil como Sistema Base Forte – Pavimentação Econômica.

O encontro aconteceu no interior do município de Ibirubá, onde todas as comitivas presentes puderam ver a demonstração da aplicação do produto, incluindo treinamento e capacitação técnica de aplicação de acordo com as normas vigentes pela ABNT NBR. Segundo as informações passadas pelos técnicos trata-se de um biocatalisador com efeito aglutinante e estabilizante, produto orgânico, biodegradável, que não necessita de EPI´S para o manuseio por não ser tóxico ou corrosivo, uma solução tecnológica que propõe a redução dos custos em obras de pavimentação, maior proteção e conservação aos pavimentos, minimiza o aparecimento de lama, poeira, ruas e atoleiros em ruas e estradas sem pavimento. Os estados de São Paulo, Santa Catarina e Paraná já são usuários do Sistema Base Forte.

Segundo o prefeito Renato, o objetivo principal da visita foi analisar e ver a implantação da nova tecnologia, levando em consideração o tipo de solo do município, pensando nas estradas vicinais, que acarretaria em melhor tráfego para os usuários das vias, bem como para escoação da produção agrícola, além da qualidade de vida da comunidade, porém, a comitiva deve voltar ao município de Ibirubá, no inverno, para ver os resultados da aplicação para avaliar o investimento.

Tecnologia LED

A Comitiva ainda aproveitou a visita para conhecer o Sistema de Iluminação Pública por Tecnologia LED, sistema aderido por vários dos municípios consorciados a COMAJA, onde Ibirubá, em 2019, foi pioneiro na região e já pôde comprovar os impactos logo no primeiro mês, pela economia gerada no consumo e na manutenção, além de garantir a padronização e organização do sistema de iluminação pública, tanto na cidade como no interior.

Como resultado da visita o município já solicitou todos os documentos necessários para através do consórcio investir no sistema de led, levando em consideração o custo benefício, melhor organização e melhorias para segurança pública, trazendo mais qualidade de vida para a comunidade através de uma solução tecnológica sustentável, com impacto zero para os cofres públicos. Como exemplo, das 40 mil lâmpadas utilizadas em Ibirubá, apenas 100 apresentaram algum defeito, situação que ocorreu na implantação do sistema e teve a troca realizada pela empresa. Para manutenção do sistema são oferecidos 05 anos de garantia e a durabilidade das lâmpadas é de 20 anos.

Info e fotos: Ascom Prefeitura Municipal