Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás. Afinal, é frescura ou eles realmente ficam incomodados com o potinho semi-vazio? A ração de gato perde qualidade depois de um tempo ou eles só querem ouvir o barulho do recipiente sendo reabastecido? Explicamos tudo o que você precisa saber sobre esse comportamento do gato.

 

A ração de gato exposta por muito tempo perde o cheiro atrativo

Diferente dos cachorros, que são tão loucos por comida que não se importam tanto, os gatos são bem mais exigentes quando se trata da alimentação. Como os felinos costumam comer bem menos durante o dia, é normal o dono deixar o alimento à disposição para que eles possam comer na hora que quiserem. Com o tempo de exposição, a ração perde algo muito importante para os felinos: o cheiro.

O paladar dos felinos é menos eficiente do que o nosso: enquanto os humanos têm entre 2.000 e 8.000 papilas gustativas, os gatos possuem menos de 500. Por outro lado, os gatos têm um olfato extremamente sensível e apurado, bem mais do que os humanos, e isso interfere na hora de não aceitar qualquer coisa para comer. O cheiro é o maior teste de qualidade de um alimento para os felinos. Portanto, se observar o gato pedindo comida mesmo quando o comedouro estiver cheio, saiba que ele tem uma justificativa plausível para isso. Isto é, o cheiro da ração de gato não está atrativa para ele.

 

Cuidado com o contato do bigode de gato com o recipiente

Uma outra razão para o gato pedindo comida mesmo quando o potinho tem ração são as vibrissas, aqueles pelos mais longos e grossos localizados no focinho. O bigode de gato ajuda no equilíbrio e noção de espaço do animal e não é indicado, em hipótese alguma, cortá-los. Apesar dessa função poderosa, os bigodinhos são muito sensíveis e podem machucar quando os fios esbarram em qualquer superfície. Mas como isso interfere na alimentação do gato? Se você observar bem, é normal os gatinhos só comerem a ração do centro do comedouro e deixar os grãos na borda. Isso ocorre porque o contato das vibrissas com a extremidade do potinho incomoda bastante. Se o gato pedir comida mesmo se o comedouro tiver com um aspecto mais cheio nas laterais, vale dar uma balançada no pote para espalhar os grãos.

 

Comportamento felino: na dúvida, troque a ração e ceda aos caprichos do seu gato!

Os pequenos detalhes que falamos aqui podem fazer com que o seu gato não se alimente corretamente – ou até mesmo se recuse a comer. Cuidado: o gato com fome e em jejum prolongado pode trazer consequências sérias à saúde dele, como um quadro de lipidose hepática. Na dúvida, o melhor é atender ao chamado do seu bichano e colocar ração fresca no pote dele. Se o miado continuar, fique atento a outros sintomas que podem indicar um desconforto e fale com o seu veterinário de confiança.

 

Redação: Luana Lopes / Patas Casa