O Corinthians segue na busca por um novo técnico após a demissão de Vagner Mancini no último domingo, na eliminação para o Palmeiras no Campeonato Paulista, e o nome de Renato Gaúcho é o favorito na pauta da diretoria, que tem a missão de tentar convencê-lo a aceitar reduzir seu salário em relação ao que recebia no Grêmio, seu último clube.
Em sua participação do programa UOL News Esporte, com Domitila Becker, o repórter Yago Rudá explica os motivos pelos quais o Corinthians deseja contar com Renato e revela que o clube e o treinador se reúnem hoje (18) para a busca de viabilizar um projeto.

“Ainda nenhum nome muito bem definido, mas a prioridade da diretoria do Corinthians hoje é o Renato Gaúcho, treinador que ficou 4 anos no Grêmio fez um excelente trabalho lá, ganhou a Libertadores e ganhou Copa do Brasil, e conseguiu promover vários jogadores da categoria de base, que é justamente o perfil que o Corinthians quer”, explica Rudá.

“Como o Corinthians não tem dinheiro e tem um elenco recheado de garotos promovidos das categorias de base, a aposta da diretoria realmente seria um técnico que tenha mais facilidade em promover os garotos, que consiga colocar esses garotos no time profissional, fazê-los render e ainda resgatar os medalhões, a gente tem que lembrar que no Corinthians o Gil está mal, o Jô está numa péssima fase, o Fabio Santos também perdeu a vaga no time titular, tem vários jogadores mais experientes e lideranças do elenco que não estão tão bem”, completa.
A questão financeira pesa como dificuldade para contratar Renato e é justamente o ponto que os dirigentes corintianos tentam apresentar alguma forma de convencer o treinador a aceitar um salário menor, já que no Grêmio ele ganhava muito acima de Vagner Mancini no Corinthians.

“Hoje a diretoria do Corinthians tem uma reunião com o Renato para tentar viabilizar um projeto. O Renato aceitou conversar com o Corinthians, sabe da dificuldade financeira do clube, mas quer um projeto, alguma coisa que o desafie a aceitar essa ideia de vir para o Corinthians e trabalhar em São Paulo, então o Renato é o nome favorito, tem uma reunião hoje, mas por enquanto nada confirmado entre Corinthians e Renato”, diz Rudá. “Tem um sério problema aí de dinheiro que é o que o Renato ganhava. Está totalmente fora da realidade do Corinthians e a diretoria tem que tentar viabilizar um bom projeto, seduzir o Renato de alguma forma para fazer o Renato vir para o Corinthians ganhar muito menos, mas muito menos mesmo do que ele ganhava no Grêmio”, conclui.
Do UOL, em São Paulo