Está circulando pelas redes sociais e aplicativos de mensagem um alerta para um suposto novo tipo de golpe: o do Pix Agendado. Esta é uma função que permite aos usuários do Pix agendar um pagamento ou transferência para uma data futura – e golpistas estariam usando isso para tentar roubar dinheiro das vítimas.

Mas, aparentemente, isso não passa de um boato. Entenda, abaixo, como funcionaria o tal golpe do Pix Agendado e por que isso é só um rumor.

Como funcionaria o golpe do Pix Agendado?

De acordo com o alerta, o golpe do Pix Agendado funcionaria assim: a pessoa recebe uma notificação de transação de um desconhecido. Logo em seguida, ela recebe uma mensagem desesperada dessa mesma pessoa pedindo o dinheiro de volta o mais rápido possível – o objetivo é convencer a vítima a transferir na hora, por isso as justificativas são bem apelativas.

Como a primeira reação de muita gente é ajudar, a vítima pode acabar fazendo a transação “de volta”. E é aí que está o problema.

Com o Pix Agendado, a transferência só acontece no dia em que o pagador agendou – e, enquanto ela não é efetivada, o pagador pode cancelar a transação a qualquer momento.

Ou seja: o golpista agenda um Pix, mas o dinheiro não cai na conta – já que a transferência foi agendada para outro dia. Caso a vítima “devolva” o valor do Pix Agendado, o golpista cancela a transação e fica com o dinheiro.

Mas isso é apenas um boato

Na prática, quando uma pessoa agenda um Pix para uma data futura, quem vai receber a transação não recebe um aviso do agendamento – a notificação só aparece quando o dinheiro cai na conta.

Ou seja: a suposta vítima do golpe não veria o Pix Agendado no extrato da conta – e desconfiaria caso alguém entrasse em contato pedindo de volta um dinheiro que nunca foi transferido.

Por isso, embora seja importante ficar atento às novas formas de agir dos golpistas, ainda não precisa se preocupar com esse tipo de fraude.

O Pix Agendado já está funcionando?

Sim! Desde que o Pix foi lançado, em novembro de 2020, Pix Agendado é uma função opcional às instituições participantes do Pix – ou seja, elas podem ou não oferecer. Com ela, os usuários podem agendar um Pix para uma data futura.

A partir de 1º de setembro de 2021, entretanto, essa função passará a ser obrigatória a todas as instituições participantes do Pix. Segundo o Banco Central, o objetivo desta mudança é garantir a todos os usuários do Pix a possibilidade de agendar um pagamento instantâneo.

O Pix é seguro?

Sim. Pode ficar tranquilo. O Pix é um meio de pagamento, assim como TED, DOC e boleto. Hoje, já existem golpes de falsos boletos, por exemplo, que funcionam de maneira similar. Não existe nenhuma falha na segurança do Pix: apenas golpistas usando antigos truques para tentar enganar as pessoas de novas formas.

Fonte: Nubank