Curso para juventude rural acontece em Camaquã

Participam 32 jovens de 10 municípios diferentes da região

A segunda edição do Curso de Empreendedorismo e Desenvolvimento para a Juventude Rural acontece nesta quinta e sexta-feira (28 e 29), em Camaquã. O evento conta com a presença de mais de 120 pessoas, incluindo autoridades e familiares de 32 jovens de Barão do Triunfo, Camaquã, Cerro Grande do Sul, Chuvisca, Cristal, Dom Feliciano, Mariana Pimentel, São Jerônimo, Sentinela do Sul e Sertão Santana que estão participando do curso.

Neste primeiro módulo estão sendo repassados os fundamentos e ferramentas para construção do diagnóstico de uma propriedade. Durante a capacitação o método é aplicado na prática pelos jovens em duas áreas rurais, onde seguem acompanhados dos instrutores.

O curso é promovido pela Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), Afubra, Sicredi Interestados e Centro Leste, Sebrae, Sistema Fecomércio, Sesc, Senac e as prefeituras da região.

A jovem Thaciele Narloch, da comunidade de Cerro Pelado, em Sentinela do Sul, revela que está fazendo o curso para buscar mais informações para complementar a formação que está fazendo em Agronomia. Ela também pretende aplicar na propriedade em que trabalha com os pais e o marido no cultivo de arroz, soja e milho.

“Eu também estou buscando conhecimento porque quero organizar uma horta para o consumo da família e a venda de excedentes”, explica.

Para Érika Toledo, de Cerro Grande do Sul, a busca de conhecimento deve ser aplicada em um negócio de vendas de terneiros que ela já gerencia junto com os pais e um sócio.

“Estamos muito felizes com essa oportunidade. Gostamos da proposta, pois a área do agro tem grande importância pra nossa família. Estamos sempre buscando conhecimento e novas informações, por isso acreditamos que este curso trará grandes vantagens e vai abrir portas à minha futura vida profissional”, considerou Érika.

Érica (à direita) com os pais Adair e Zeli – Foto: Arquivo pessoal

A jovem conta que soube do curso através do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e recebeu a visita dos extensionistas da Emater e colaboradores do Sicredi para formalizar a inscrição.

O gerente da Emater/RS-Ascar em Porto Alegre, Elias Kuck, agradeceu o aporte financeiro da Afubra e dos Sicredi Interestado e Centro Leste, bem como dos demais apoiadores para a realização do curso e destacou a importância do curso em contribuir para o desenvolvimento dos jovens.

“O conhecimento é o principal insumo hoje para uma agricultura de sucesso, nós queremos ofertar isso aos jovens, para que eles e suas famílias possam ter o melhor resultado possível”, ressaltou Kuck.

Para Marcelo Silva, gerente da Afubra de Camaquã, é importante que os jovens rurais “caminhem com as próprias pernas” e tomem as decisões necessárias para honrarem as famílias que os geraram.

 “As entidades se uniram para facilitar tudo isso, mas durante este trajeto que se iniciou com este módulo, os jovens precisam ter claro que a nossa parte está sendo feita da melhor forma possível e que nós esperamos que eles retribuam com dedicação e esforço todo o aprendizado que vai ser repassado. Nós queremos contribuir para que todos se tornem jovens ainda melhores”, salientou Silva.

PROGRAMAÇÃO – O curso é desenvolvido em seis módulos, que ocorrerão de abril a setembro de 2022. Os encontros duram dois ou três dias, acontecem uma vez por mês no auditório da Afubra, com carga horária dividida nos turnos da manhã, tarde e noite.

O segundo módulo será de 25 a 27 de maio, o terceiro em 22 a 24 de junho, o subsequente de 28 e 29 de julho, o quinto entre 18 e 19 de agosto e o módulo de encerramento nos dias 15 e 16 de setembro.

Os jovens, junto com suas famílias, assumem a responsabilidade na elaboração de projetos individuais e/ou comunitários, considerando os aspectos sociais, econômicos, ambientais e culturais de suas realidades, bem como das suas vivências e trocas de experiências oportunizadas no curso.

Os escritórios municipais da Emater/RS-Ascar fazem o acompanhamento técnico durante os períodos entre os módulos, orientando a elaboração dos projetos produtivos individuais ou coletivos. Além disso, este acompanhamento possibilitará a execução prática do aprendizado.

Fonte: Ascom Emater/RS-Ascar – Carine Massierer | Edição: Portal ClicR

POLÍCIA

Pai e filha são indiciados por associação criminosa armada em Tapes

Recentemente, a Delegacia de Polícia de Tapes instaurou um Inquérito Policial com o objetivo de identificar membros de uma quadrilha após inúmeros assassinatos ocorridos...

PRF prende motorista que fumava maconha enquanto dirigia

No final da manhã desta quinta-feira (19), a Polícia Rodoviária Federal prendeu um motorista que dirigia em zigue-zague. O homem, com diversas ocorrências e...

PRF prende traficantes e apreende mais de 700 kg de maconha no RS

Em três ações distintas no Rio Grande do Sul, nesta quarta-feira (18), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais de 700 kg de maconha,...