Decrab esclareceu suspeita de furto de 92 animais em Arambaré

No dia 29 de maio a Delegacia Especializada no Combate a Crimes Rurais e Abigeato, a Decrab-Camaquã, recebeu uma ocorrência referente ao furto de 46 vacas com cria ao pé, totalizando 92 animais bovinos, fato ocorrido em uma propriedade rural na cidade de Arambaré, constatado no momento em que os terneiros foram desmamados. De imediato os agentes da Decrab Camaquã compareceram na propriedade rural para averiguar as circunstâncias em que o crime teria ocorrido. Foram realizadas vistorias na invernada onde os animais estavam, não sendo constatado nenhuma cerca cortada, nem rastros deixados pelos animais, da mesma forma todos os lindeiros da propriedade foram visitados pelos agentes da Decrab, mas ninguém notou a passagem destes animais por suas propriedades bem como relataram não terem notado a movimentação de caminhões.

Um dos pontos que desde o início chamou a atenção dos agentes da Decrab, foi o fato de que teria ocorrido o furto das vacas com cria ao pé, algo que não é comum de ocorrer, pois é extremamente difícil que durante o furto, os criminosos consigam retirar do meio do rebanho as vacas com seus respectivos terneiros.

Após diligências que perduraram cerca de uma semana, todos os funcionários da fazenda foram intimados a prestarem depoimentos, ocasião em que surgiram divergências com referência a contagem destes animais, uma vez que os agentes da Decrab constataram erros entre as fichas internas, pois na contagem dos terneiros e terneiras, foi constatado que ocorreu erro na contabilidade, com 46 animais acima do valor exato. Outro ponto importante nas investigações é o fato de que as terneiras eram todas marcadas, as orelhas assinaladas e brincadas e as anotações apontavam 145 animais, sendo comprado 150 brincos, mas que após o desmame foram identificadas apenas 120 terneiras, supondo assim que 25 terneiras haviam sido furtadas, porém ao revisar os brincos que sobraram, o capataz constatou que estavam sobrando 30 brincos, demonstrando que na verdade havia 120 terneiras.

Diante disto a Decrab efetuou contato com a Inspetoria Veterinária, solicitando o apoio de uma equipe pra realizar uma vistoria na propriedade, o que ocorreu na data de hoje quando agentes da Decrab Camaquã com apoio de um agente da 29ª Delegacia Regional e de 3 agentes da Inspetoria Veterinária, revisaram cerca de 330 animais bovinos. As terneiras foram contadas através da numeração dos brincos, totalizando 120 animais, de brincos 001 até 120. Os brincos restantes possuíam a numeração de 121 até 150, o que foi constatado no local. Durante esta vistoria, também foi constatado que 43 vacas foram vendidas no mês de maio e 3 morreram no campo, totalizando 46 animais, devidamente lançadas na Inspetoria Veterinária, mas não constavam na ficha interna da propriedade.

Estes erros induziram o capataz, quando na contagem dos terneiros e terneiras ao desmame, a acreditar que os animais haviam sido furtados. A Decrab Camaquã e a Inspetoria Veterinária encerraram a vistoria na tarde de hoje, concluindo que ocorreu um erro contábil, o Inquérito Policial será concluído sem indiciamento, uma vez que não ocorreu o crime de furto abigeato.

Fonte: Ascom Decrab Camaquã

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: