Na tarde desta terça-feira (31), a Prefeitura Municipal de Camaquã realizou um pronunciamento oficial, para trazer informações sobre o Coronavírus em Camaquã. O prefeito Ivo de Lima Ferreira informou a mudança sobre a abertura gradativamente do comércio local, em razão dos últimos acontecimentos sobre o Covid 19, no município.

O prefeito voltou atrás da decisão de abertura do comércio nesta quarta-feira (1º) e divulgou que o decreto de quarentena segue até o domingo (05), em Camaquã. Segundo ele, há a possibilidade de abertura do comércio na segunda-feira (06). “A nossa responsabilidade é a vida em primeiro lugar”, afirma Ivo.

Ruas da cidade praticamente vazia em horários de pico / Foto: Figura

Entenda

Durante a tarde da última sexta-feira (27), a Prefeitura Municipal de Camaquã realizou mais uma coletiva de imprensa para trazer atualização sobre a situação do Covid-19 na cidade. Desta vez o destaque foi a informação de que o comércio de Camaquã abriria gradativamente a partir do dia 1º de abril, saindo, desta forma, do período de fechamento obrigatório.

A decisão foi tomada após reunião com representantes de entidades da região. Ivo destacou que a reunião teve discussões acaloradas e divergências e definiu que o funcionamento será retomado a partir de 1º de abril, com 50% da capacidade de lotação e também com metade dos funcionários.

Após a coletiva, o jornalista Eduardo Costa do Clic Camaquã conversou com o prefeito Ivo de Lima Ferreira sobre a abertura do comércio.

Confira vídeos e entrevistas

Renata Ulguim / Clic Camaquã

Decreto

Foi anunciado pelo prefeito Ivo de Lima Ferreira, que o decreto vale até sábado, sendo  prorrogado até o domingo (05), sendo que fica definido que na sexta-feira (03), será realizada nova reunião de avaliação de como encontra-se a situação em Camaquã. Tudo dando certo, o comércio retorna na segunda-feira (06), seguindo as restrições do decreto.

Quais são os regulamentos

Os regulamentos continuam seguindo decreto anterior, o qual define que supermercados, mercados, padarias, minimercados, açougues, mercearias e peixarias, atendam idosos acima de 65 anos das 7h30min às 9h30min, ficando aberto durante os dias da semana até às 18 horas, e aos sábados até às 19 horas. Como também a orientação da higienização tanto do estabelecimento, quanto para o atendimento aos clientes que solicitarem

Novo relatório do Coronavirus

Também foi divulgado os novos dados sobre os casos suspeitos em Camaquã, sendo que até o momento foram feitas 23 coletas, sendo que 17 descartados e em análise 6 casos. Alem de ainda estar em isolamento 49 pessoas, as quais continuam sendo  monitoradas.

UTI para Camaquã

Na ocasião o Executivo Municipal, confirmou o apoio do governo com o valor de R$ 200 mil mensais, durante 6 meses, para a implantação das 10 unidades UTI em Camaquã, sendo uma parceria com o Hospital Nossa Senhora Aparecida, dentro das ações contra o Coronavírus.