Educação e Polícia Civil ampliam parceria contra violência nas escolas

Para conhecer a situação da cada escola, analisar o perfil social dos alunos e elaborar ações específicas para prevenir a violência em cada local, a Secretaria da Educação (Seduc) amplia sua parceria com o Programa ‘Papo de Responsa’ da Polícia Civil. O projeto, que já foi estabelecido no Rio Grande do Sul, utiliza o Programa Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar (Cipave) para isso. Ao todo, 12 escolas da Região Metropolitana, que já tem Cipave, serão contempladas com a iniciativa para fazer o acompanhamento do comportamento dos estudantes por três meses e verificar o progresso das atividades em cada instituição de ensino.
De acordo com a coordenadora estadual da Cipave, Luciane Manfro, a ampliação da parceria traz inúmeros benefícios para os estudantes, uma vez que a troca de dados entre as instituições colabora para a identificação dos casos de violência. “Este é um projeto que dialoga com o aluno e dá a oportunidade para que ele possa se expressar. Com o acompanhamento do ‘Papo de Responsa’ será possível também direcionar os trabalhos para as necessidades de cada escola”, explica.
Quando o ‘Papo de Responsa’ conversava com os alunos nas escolas que já tinham Cipave, a receptividade dos estudantes se tornava muito muito mais efetiva, disse a escrivã Débora Prestes, da Divisão de Assessoramento Especial do Departamento Estadual da Criança e do Adolescente da Polícia Civil (DAE/Deca). Ela ressalta que a parceria vai potencializar as ações de combate à violência. “Vimos que os temas eram trabalhados de uma forma muito mais direta nas instituições de ensino que já tinham Cipave. Isso é uma característica muito marcante, que nos leva a acreditar que ampliar esta parceria é oportuno”, destaca.

Papo de Responsa
O Programa Papo de Responsa é um programa da Polícia Civil que dialoga com adolescentes e jovens. Seu principal espaço de atuação é junto às escolas de ensino fundamental e médio, públicas e privadas, na promoção de um papo descontraído sobre prevenção às drogas, violência e o papel do policial na sociedade. O programa é desenvolvido pelo Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) e o Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (Deca).
Texto: Ascom Seduc – Edição: Léa Aragón/ Secom

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: