O Projeto de Lei 482 2015, de autoria do deputado Pedro Pereira (PSDB), que acaba com a pensão vitalícia de nove ex-governadores do Estado e de quatro viúvas, será apreciado no plenário da Assembleia Legislativa, na próxima terça-feira (22). O valor de cada uma das pensões é de mais de R$ 32 mil, inclusive, com direito ao 13º salário.

A inclusão da matéria na ordem do dia ocorreu na reunião de líderes. “Será um grande momento para a história do Parlamento Gaúcho. Pensão para a vida toda é um absurdo”, declarou Pedro Pereira. O parlamentar adiantou que uma emenda ao projeto deverá ser apresentada em plenário.

O texto está sendo construído junto com o deputado Sérgio Turra (PP). “A ideia, além de acabar com a pensão vitalícia, é que a partir do governador Eduardo Leite, o subsídio mensal pago após o término do mandato, seja de um ano e não de quatro anos, como é atualmente. Também iremos incluir nesta emenda, que em caso de ocupação em outro cargo eletivo, o ex-governador não terá direito ao subsídio”, informou Pedro Pereira.

Fonte: Agência de Notícias AL-RS