Em retrospectiva, Dnit destaca obras de duplicação da BR-116 no RS

Ao longo de 2019, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) entregou para a população do Rio Grande do Sul trechos duplicados, viadutos, passarelas de pedestres e empreendeu um ritmo acelerado em obras fundamentais para a logística do Estado. O resultado: estradas mais seguras para os usuários.

O destaque foi a inauguração de 47 quilômetros da duplicação da BR-116/RS, nos municípios de Tapes, de Arambaré e de Camaquã. Em obras desde o fim de 2012, os 211 quilômetros, entre Guaíba e Pelotas, terão um investimento total de aproximadamente R$ 1,6 bilhão. Reivindicação antiga dos moradores do sul do Estado, dos usuários e especialmente dos produtores, a via é a principal rota para o escoamento da produção entre o Brasil e o Mercosul. Na ocasião da entrega, realizada em agosto pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, foi confirmado que toda a obra será concluída até 2021.

Ainda no sul do Estado, os motoristas que trafegam pela BR-392/RS foram contemplados com a liberação do viaduto no entroncamento com a Avenida Viscondessa da Graça. A estrutura, que integra as obras do Contorno de Pelotas, entrou em operação também em agosto e já garante uma melhor fluidez do tráfego na localidade.

Buscando um melhor fluxo dos veículos na região central do Rio Grande do Sul, o DNIT ainda abriu ao tráfego em 2019 mais um viaduto e está em vias de liberar outro até o fim de dezembro.

No município de Santa Maria, as obras de duplicação e restauração da BR-158-287/RS estão em ritmo acelerado, o que possibilitou, em setembro, a liberação do viaduto no entroncamento da BR-158/RS com a Avenida Walter Jobim. Desde então, os motoristas não sofrem mais com os constantes engarrafamentos registrados na localidade. Já o viaduto em três níveis na BR-392/RS – que fará a ligação das BR-158/RS e BR-287/RS – está previsto para ter um dos sentidos aberto ao tráfego ainda este ano.

Rodovias da Região Metropolitana de Porto Alegre também estão sendo contempladas com melhorias. Considerada uma das mais saturadas com uma média de 90 mil veículos passando por ela diariamente, a BR-116/RS, entre Canoas e Novo Hamburgo, agora está mais segura para os pedestres. No trecho foram instaladas quatro novas passarelas e outras três estarão em condições de transitar até o final de dezembro. Para 2020 a perspectiva é de que mais oito estruturas sejam entregues para a comunidade. Com as travessias, a expectativa do DNIT é reduzir os atropelamentos nestas localidades.

Ponte do Guaíba – A construção da nova Ponte do Guaíba, nas BR-116/RS e BR-290/RS, merece destaque em 2019 por terminar o ano com 90% dos serviços executados. Com o ritmo acelerado dos trabalhos, o DNIT estima que os motoristas devam usufruir da travessia ainda no primeiro semestre de 2020.

A expectativa da Autarquia é de que 50 mil veículos se desloquem por ela todos os dias, dando fim aos engarrafamentos na entrada de Porto Alegre. Congestionamentos estes provocados na sua maioria pelas constantes falhas mecânicas durante o içamento do vão móvel da ponte existente. Vale ressaltar que hoje a ponte construída nos anos de 1960 é a única opção de quem vem do sul do Estado para a capital gaúcha.

Fonte: Dnit / Edição Jornal Regional

Artigos relacionados

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: