Estamos em um momento crítico da Pandemia, onde o Estado do RS chegou a mais de 100% da ocupação dos leitos da Unidade de Tratamento Intensivo – UTI e bate recordes diários de mortes pela Covid-19. Mudanças drásticas foram adotadas, e para isso é fundamental o trabalho da (VISA) Vigilância Sanitária pela Administração Municipal que tem buscado o apoio e compreensão do comercio local nesse período crítico da pandemia, neste sentindo a Visa somente de fevereiro a março registrou 401 visitas orientativas ao comércio local, com o objetivo de orientar e fiscalizar o cumprimento dos protocolos e legislações pertinentes ao período.

Desde o dia 20 de fevereiro, a fiscalização tem procedido vistorias e rondas diárias (finais de semana, durante o dia e noite) no município, muitas com apoio da Brigada Militar. Durante essas ações, três autos de infrações foram lavrados, estabelecimentos que estavam funcionando sem licença prévia municipal, com aglomeração de pessoas e consumo de bebidas no local, infração das normas legais vigentes.

Cabe salientar que as ações da Vigilância Sanitária Municipal, fiscalização municipal são voltadas as infrações das normas que tratam sobre o comércio, aglomerações e festas clandestinas estão sendo atendidas pela Brigada Militar.

Nesta semana, dia 16 de março, um ano se passou desde o início das Ações da Vigilância sanitária de Mariana Pimentel, que atuou de forma preventiva, junto ao comércio local, munícipes e visitantes, a criação de barreira sanitária quando no início da obrigatoriedade do uso de máscaras, trouxe aos transeuntes informações sobre os protocolos vigentes, sintomas e demais orientações.

Segundo o relato dos dois Fiscais da Visa municipal, o comércio local em sua grande maioria tem auxiliado a vigilância sanitária municipal em suas ações, orientando seus clientes e exigindo o cumprimento aos protocolos.

Com o agravamento dos casos, a chegada da bandeira vermelha e posteriormente bandeira preta para todo estado, na região 09 – Guaíba, a qual Mariana Pimentel faz parte, várias ações tiveram de ser realizadas de forma emergencial, pela Visa, além de orientações aos comerciantes e as devidas notificações para cumprimento as normas estaduais e municipal. De 12 a 16 de março no entendimento entre os Municípios das Regiões Carbonífera e Acostadoce foi decretado Lockdown e novamente de forma emergencial a Visa entrou em Ação.

Lembrando sempre que os cuidados continuam e a colaboração de todos, tem sido essencial neste processo.

Info e fotos: Ascom Prefeitura Municipal