Emater/RS-Ascar de Camaquã trabalha em prol do empoderamento feminino

O empoderamento feminino é um tema de grande relevância atualmente e a Assistência Técnica e Extensão Rural e Social também vem concentrando esforços em ações junto a este público. “Empoderar a mulher do rural é um dos objetivos do nosso trabalho no dia a dia”, relata Charlise Nunes, extensionista rural social da Emater/RS-Ascar de Camaquã, Região Centro-sul do Estado.

Em Camaquã, a Emater/RS-Ascar tem desenvolvido diversas ações como feiras, reuniões, campanhas e visitas, buscando sempre o incentivo às atividades e projetos que visam o pioneirismo das mulheres no meio rural.

Com este objetivo, uma das atividades realizadas pela Emater/RS em parceria com a Rede de Atenção a Mulher (RAM), Sicredi, Afubra e Prefeitura são as Feiras do Empreendedorismo Feminino, que aconteceram em novembro e dezembro e contam com a participação de mulheres da área urbana e rural. As feiras foram um grande sucesso e consolidaram a união e a força feminina.

Shany Djoina Dorneles, casada e mãe de um casal de filhos, residentes da localidade de Figueira Marcada, é um exemplo de mulher empreendedora. A agricultora participa do Programa Fomento à Inclusão Social e Produtiva e recebeu o investimento de R$ 2.400,00, que foram investidos na aquisição de insumos e materiais para a produção de trufas e salgados, comercializados na comunidade e na área urbana da cidade. A família cultivava tabaco, porém, devido a sua dedicação à filha que é portadora de necessidades especiais, a família teve que adaptar as atividades a nova rotina, aonde o marido vende sua mão-de-obra, enquanto Shany se dedica aos cuidados com os filhos, principalmente a rotina de levar a filha Ester aos tratamentos e na escola. Shany foi uma das participantes da Feira do Empreendedorismo Feminino e é a primeira vez que ela participou deste tipo de evento. “Foi uma experiência nova, muito gratificante, aonde aprendi muito na troca de ideias com os clientes. Agradeço muito aos organizadores pela oportunidade de demonstrar meu trabalho, com a venda dos meus produtos, eu consegui mais que uma renda extra, eu consegui começar a me reerguer de uma depressão”, complementa a agricultora empreendedora.

Foto: Emater

Nas feiras também estiveram as integrantes da família Silva: Dona Geneci e suas três filhas (Hellen, Emeli e Evelin), residentes na localidade de Paraíso. Hellen, filha mais velha, participa dos programas Bolsa Juventude Rural e Fomento à Inclusão Social e Produtiva e investiu o dinheiro recebido em insumos e equipamentos para sua confeitaria. A jovem recebe, semanalmente, encomendas de bolos, salgados diversos e docinhos gourmet, enquanto sua mãe está à frente da plantação de fumo e recebe a ajuda das demais filhas nas criações de aves, suínos e nas plantações de hortaliças diversas, que comercializam junto ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). “A feira foi de suma importância para a família, a comercialização foi um sucesso e o principal objetivo que era apresentar a qualidade de meus produtos para o público urbano foi alcançado”, destaca Hellen.

Já a agricultora Marcia Hartwig Bugs, da localidade de Monte Castelo, foi agraciada com o título de agricultora familiar destaque no “Prêmio Melhores do Campo – Mãos que semeiam”. Marcia obteve esse importante reconhecimento graças a seu espírito empreendedor e as características da sua propriedade. A família investe na diversificação, produzindo fumo, uvas, milho, morangos e hortaliças em geral. Em 2021 inclusive, a família Hartwig investiu em infraestrutura, transformando a propriedade em um empreendimento turístico, a “Quinta Monte Castelo”, que é referência no município. O lançamento do piquenique “Sabores da Quinta” e inauguração do “Armazém da Quinta” ocorreu no início do mês de dezembro e foi um grande sucesso, avalia Charlise.

Foto: Emater

O empreendimento conta com a venda de cestas com produtos coloniais que são consumidos no ambiente durante um piquenique, em finais de semana programados, e ainda a comercialização dos produtos diretamente no armazém, aberto diariamente.  Marcia ressalta que “o ano foi muito bom, deu trabalho para que pudéssemos inaugurar o nosso turismo, mas esta sendo gratificante receber as pessoas em nossa propriedade, receber os elogios pelo nosso trabalho e ver que as pessoas estão voltando é bom demais. Demos um passo muito importante e investir no novo, em algo que não éramos acostumados a trabalhar, a extensão rural e o trabalho da rede de parceiros foi fundamental para nos encorajar a investir no turismo rural. O prêmio que eu recebi me deixou muito feliz, principalmente como mulher agricultora rural, é o reconhecimento do trabalho, principalmente da nossa família, só gratidão a este ano”, analisa a agricultora.

Estas conquistas destas mulheres empreendedoras só foram possíveis graças ao planejamento e a excussão de ações dos extensionistas que integram a equipe do escritório municipal da Emater/RS-Ascar de Camaquã e que ouviram as necessidades dela e foram buscar formas de colocar estas demandas em prática. Dentre as atividades priorizadas ainda e que se estenderão em 2022 estão aquelas que que consigam contribuir com o fortalecimento, a organização, a inclusão, o empreendedorismo e o empoderamento do público feminino no meio rural e urbano.

Quer saber mais sobre este assunto e os serviços de apoio ao agricultor que a Emater/RS-Ascar pode te oferecer, entre em contato com o escritório mais perto de você.

Fonte: Asccom Emater/Carine Massierer

Cicero Omar da Silva
Chefe de Redação e Departamento de Vendas Portal ClicR e jornal Regional Cel/Whats: 51 99668.4901

ÚLTIMAS

Cerro G. Sul | Pedroso assume secretaria e fala em reforma administrativa

Desde a segunda-feira, 17 de janeiro, a secretaria de Administração de Cerro Grande do Sul está sob o comando de José Antonio de França...

Tapes adquire 4 carros novos e uma retroescavadeira

A prefeitura municipal de Tapes recebeu um importante aporte em sua frota de veículos e máquinas na tarde desta sexta-feira, 21 de janeiro, por...

PRF prende três criminosos com mais de meia tonelada de maconha

Na manhã desta sexta-feira, 21 de janeiro, em Flores da Cunha, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu dois carros e 570 quilos de maconha. Três...