No sábado, 09 de Julho, em vídeos no Youtube e no Facebook, o Partido Liberal – PL, de Arambaré, apresentou Jardel Magalhães Cardoso como pré-candidato a prefeito no município nas próximas eleições que estão previstas para ocorrer em primeiro turno no dia 15 de novembro.

O anúncio revela também o convite ao PDT para participar da chapa majoritária e a indicação da vereadora Ida Machado como pré-candidata a vice-prefeita, além do apoio do PSB, resultando em uma frente de oposição ao atual governo.

Jardel é natural de Arambaré e na última eleição concorreu ao Executivo pelo PSB ficando em segundo lugar. Recentemente o político trocou de legenda e atualmente preside o Diretório Municipal do PL.

A vereadora Ida Machado presidiu a Câmara em 2017 e atualmente é secretária da mesa diretora no Legislativo. Ela também preside seu partido no município.

O Regional entrevistou os dois pré-candidatos e a presidente do PSB, vereadora Márcia Bischoff.

Confira aqui a entrevista com Jardel:

Regional: O que o motivou a definir sua pré-candidatura?

Jardel Cardoso: Coloquei meu nome a disposição do PL (Partido Liberal) motivado a construir um novo caminho para Arambaré, uma gestão compartilhada e diferenciada, baseada em uma nova forma de fazer política, dando mais oportunidades para o cidadão se manifestar, chamando os conselhos comunitários, as entidades, os comerciantes, os agricultores, para que opinem e participem. Temos um potencial muito grande no turismo ecológico e na agricultura, precisamos de projetos inovadores e articulações políticas e parcerias público/privada para colocar em prática. Devemos olhar para frente deixando de lado as disputas políticas que não levam a nada. Pós-pandemia não será fácil, mas com muita vontade um diálogo aberto com a comunidade, união e transparência com certeza venceremos os desafios.

Regional: Por que saiu do PSB e ingressou no PL?

Jardel Cardoso: A minha saída do PSB não foi por qualquer tipo de divergência, tanto é que tenho grandes amigos no partido, incluindo deputados federais e estaduais e secretários estaduais que mantêm as portas abertas atendendo nossas solicitações.

Ingressei no Partido Liberal a convite do deputado Giovani Cherini, presidente estadual do partido e atualmente líder da bancada gaúcha na Câmara dos Deputados e que deixou seu gabinete à disposição em Brasília, para que possamos buscar recursos federais para investimento em nosso município.

Saí do PSB, mas continuamos a caminhada juntos. A vereadora Márcia Bischoff assumiu a presidência com o vice-presidente e vereador, Neriton Curtinaz. Não saí para dividir o partido. Saí para buscar mais apoio político e somar. Atualmente somos dois partidos unidos em busca do melhor para Arambaré. Isto por si só já demonstra a nossa visão diferenciada da forma de fazer política, pois dificilmente dois partidos de ideologias diferentes andam juntos buscando o mesmo objetivo.

Regional: Por que a escolha do PDT para ser vice na chapa?

Jardel Cardoso: A escolha do PDT é principalmente baseada na forma de trabalho que viemos desenvolvendo juntos, nesta gestão na Câmara de Vereadores. Estamos trabalhando unidos e com o firme propósito de fazer diferente. Prova disto foi demonstrado já no primeiro ano, quando a vereadora Ida conseguiu implantar uma forma de gestão transparente que a comunidade pode assistir e participar interagindo em tempo real com os vereadores, seja elogiando ou criticando seus atos. Não é de hoje, a decisão de convidar o PDT a participar deste projeto de mudança. Estamos nos reunindo e conversando há mais de dois anos. Planejando e buscando alternativas de poder fazer mais e melhor em prol da nossa comunidade.

Regional: Além do PDT e PSB mais algum partido vai fazer parte desta coligação?

Jardel Cardoso: Não fechamos a porta para nenhum partido que deseja apoiar nossas ideias. Estamos trabalhando para implantar uma nova forma de fazer Gestão Pública, colocando acima de ideologias partidárias os interesses do nosso município, portanto, todo o apoio será bem-vindo.

NA SEQUÊNCIA AS DEMAIS ENTREVISTAS