Na tarde desta segunda-feira (22/3), começam a ser distribuídas, às Coordenadorias Regionais de Saúde (CRS), as 322.050 doses de vacinas contra o coronavírus recebidas sábado (20/3) pelo Estado.

Em reunião virtual com gestores municipais, representados pelo Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems), realizada neste domingo (21/3), a Secretaria da Saúde (SES) definiu que as doses deverão ser aplicadas em 100% dos idosos de 70, 71 e 72 anos; 100% da população quilombola e em 34% das pessoas de 69 anos no Rio Grande do Sul.

“Até as 12h da próxima terça-feira (dia 23) todas as coordenarias regionais já estarão com as vacinas e eu peço a celeridade dos municípios na aplicação, até com forças-tarefa, pois temos que correr para ampliar o número de pessoas vacinadas no Estado”, afirmou a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

“ O uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) , o isolamento social e as vacinas são as estratégias para proteger a população no enfrentamento à pandemia, por isso faço um chamamento especial aos gestores para imporem um ritmo acelerado à vacinação”, acrescentou.

O mais recente lote de vacinas recebido pelo Estado, enviado pelo Ministério da Saúde no sábado (20), era formado por 285.800 doses de CoronaVac, produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, e 36.250 da Oxford/AstraZeneca, da Fundação Oswaldo Cruz.

Em outro ponto de pauta, sobre a escassez de medicamentos para intubação de pacientes graves de Covid-19 em UTI, foi decidido que será enviado um documento conjunto dos gestores municipais e estadual de saúde pedindo medidas urgentes do Ministério da Saúde. “Precisamos de uma atitude mais rápida, mais ágil do ministério para atendermos hospitais e pronto atendimentos”, afirmou a secretária.