Após oito meses de Distanciamento Controlado, pela primeira vez, duas regiões ficaram com o nível de restrição máximo previsto no sistema de enfrentamento à pandemia no Rio Grande do Sul. O governo do Estado divulgou nesta segunda-feira (14/12) que as regiões de Bagé e de Pelotas estão oficialmente em bandeira preta (risco epidemiológico altíssimo) a partir da 0h desta terça (15).

Isso porque o Gabinete de Crise indeferiu todos os pedidos de reconsideração feitos por associações regionais e municípios principalmente devido à constante redução de leitos de UTI livres. No caso de Pelotas, a solicitação havia sido enviada pela associação regional, enquanto em Bagé foi pelo município.

Assim, o mapa definitivo da 32ª semana do Distanciamento Controlado permanece com 18 regiões em bandeira vermelha (risco alto) e uma em laranja (médio), que é a região de Cruz Alta, conforme a classificação preliminar. A vigência das novas bandeiras segue até as 23h59 da próxima segunda-feira (21/12).

Sete municípios da Costa Doce poderão ficar na bandeira laranja

Arambaré, Barão do Triunfo, Cerro Grande do Sul, Chuvisca, Dom Feliciano, Mariana Pimentel e Sentinela do Sul, na região Costa Doce que integram a R09 no mapa de distanciamento poderão adotar o protocolo previsto na bandeira laranja já que se enquadram na Regra 0-0, por estarem há 14 dias sem hospitalização e óbito por Covid-19. A decisão final depende das administrações municipais, via decretos.

Informações: Ascom Gov. RS