Um grupo de estudantes do IFSul Camaquã desenvolveu um projeto que está competindo no Robótica 2019, evento que engloba a XVIII Competição Latino-Americana de Robótica (LARC) e XVII Competição Brasileira de Robótica (CBR), que está acontecendo na cidade de Rio Grande entre os desde esta terça-feira, 22, e vai até o sábado, 26 de outubro. O evento é a união entre as competições mais respeitadas e os congressos científicos mais importantes nas áreas de robótica e IA (Inteligência Artificial) da América Latina.

O grupo é formado por Arthur Wilges Saalfeld, Michael Gorziza Schwalm, Tiarles Moura Leite, Téo Francesco Vaz Koslowski e Lorenzo Bueno da Silva Simon, alunos dos cursos de ensino superior e ensino médio das turmas de Automação Industrial e de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e que juntos desenvolvem a mecânica e a programação dos robôs que levaram pra competição. Os professores orientadores são Mateus Oliveira Jung e Marcelo Schiller de Azevedo.

Eles concorrerem na categoria Kit Educacional Padrão IEEE (SEK) cujo o desafio é montar robôs autônomos usando kits educacionais aprovados para a competição. Dois robôs cooperativos devem agir para executar uma tarefa que muda todos os anos.

O estudante Michael, de Cerro Grande do Sul, conta que a expectativa do grupo é apresentar um bom trabalho e estimular a continuidade dos projetos de robótica no Campus para futuras participações nos próximos anos.

O IFSul Camaquã já tem desenvolvido trabalhos e eventos com robótica no Campus com o objetivo estimular os alunos a utilizarem seus conhecimentos em diferentes áreas, contudo esta é primeira vez que o instituto terá representatividade num evento de proporção latino-americana onde nos cinco dias da programação estima-se que hajam cerca de 2 mil participantes de toda a América Latina, de estudantes do ensino fundamental a pesquisadores, e por onde devem passar mais de 20 mil visitantes.

O evento é promovido pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC), pelo Institute of Electrical and Electronic Engineers (IEEE) e pelo RobCup Brasil.

Os estudantes destacam que o projeto foi viabilizado com a ajuda de patrocinadores, aos quais agradecem. São eles: Conectsul, Barros Eletro Motores, Afubra, Sicredi, Open Soluções em Informática, Super Atacado Cristal, Supermercado Wilges e Movelaria Campos.