PROMOÇÃO Por tempo Limitado - 10% DE DESCONTO EM ARTIGOS PARA SUA CASA - www.loja.clicr.com.br

Governo do Estado recebe representantes do Cpers

Executivo pediu um prazo de 48 horas para responder reivindicações do sindicato

Atendendo um pedido do Cpers/Sindicato, o governo do Estado recebeu, na manhã desta terça-feira (7), na Secretaria da Educação (Seduc), representantes de professores grevistas. Liderados pelo secretário Faisal Karam, o Executivo ouviu as demandas dos grevistas e destacou a preocupação em resolver os impasses de forma a repor os 25 dias sem aula.

“Temos como prioridade a finalização do ano letivo de 2019 para podermos iniciar corretamente o ano de 2020, como é nossa obrigação e direito de todos os estudantes da rede estadual“, afirmou o secretário da Educação.

Faisal lembrou que, no dia 19 de dezembro, foram emitidas para todas as Coordenadorias Regionais de Educação as orientações sobre a elaboração do calendário de reposição das aulas nas escolas que aderiram à greve dos professores. O Tribunal de Contas do Estado foi informado sobre a proposta.

No memorando circular 22/ 2019, a Seduc sugeriu que o calendário de recuperação das aulas ocorresse entre os dias 21 de dezembro e 23 de janeiro. As férias docentes, no caso, foram sugeridas para depois da recuperação, entre 24 de janeiro e 22 de fevereiro. O Cpers quer negociar a reposição das aulas.

“Vamos levar a pauta do sindicato ao governador Eduardo Leite ainda hoje e, conforme informado por ele mesmo, em um prazo máximo de 48 horas deveremos marcar um novo encontro para dar as respostas”, acrescentou Faisal.

Conforme o balanço mais recente da Seduc, permanecem em greve 132 escolas de um total de 2,5 mil instituições estaduais.

Estiveram presentes na reunião o chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, a secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos, o procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa, e outros representantes da Seduc.

Por: Secom RS Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: