Depois de 45 dias de correrias por parte de candidatos e apoiadores em busca dos votos, utilizando as mais diversas ferramentas disponíveis em uma campanha eleitoral, finalmente o povo escolheu e já sabe quem serão os prefeitos e vereadores que estarão assumindo seus cargos a partir de 1° de janeiro de 2021, para governar e legislar nos municípios.

Em Cerro Grande do Sul a campanha “pegou fogo” nos últimos dias quando muitos eleitores se identificaram com seus candidatos se manifestando em redes sociais ou participando de eventos abertos.

A contagem dos votos revelou que Gringo Loco, do PSL, é o novo prefeito do município que deverá assumir o cargo em janeiro ao lado do seu vice Delmar Liska. A candidatura do empresário do setor fumageiro foi ganhando corpo ao longo da campanha eleitoral e desbancou seus adversários.

Gringo conquistou apoios com seu jeito irreverente de falar, além das promessas de mudanças radicais na gestão municipal, investimentos no município e as claras manifestações de apoio ao presidente Jair Bolsonaro. O candidato não economizou na campanha eleitoral e com muito barulho angariou os votos necessários para a vitória. Uma diferença de pouco mais de 200 votos.

A dupla Wagner Eymael (PTB) e Junior Pacheco (PDT) ficou em segundo lugar e a vice-prefeita Marlene Heidrich (PP) e Clóvis Crestani (MDB) em terceiro.