A Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Camaquã recebeu mais um registro de estelionato aplicado na cidade. A vítima comunicou que estava em via pública quando foi abordada por um senhor de idade, gordo, branco, usando boné, que dizia que estava procurando uma malharia, onde trocaria seu BILHETE PREMIADO DA LOTERIA FEDERAL por máquinas e tecidos.

Junto do senhor de idade estava outro homem, alto, forte, pardo, cerca de trinta anos, o qual dizia estar tentando ajudar o senhor de idade. Os suspeitos ligaram para uma suposta loteria e com o som no sistema viva voz foi dito por outra pessoa, que se passava por atendente de uma lotérica, que o senhor de idade tinha ganhado cerca de R$ 1.200.000,00 (Um milhão e duzentos mil reais).

O senhor de idade exigiu que a vítima lhe alcançasse algum dinheiro para comprovar que era de confiança e então depois lhe daria R$ 100.000,00 (Cem mil reais) de gorjeta por ajudá-lo.

A vítima chegou a andar num automóvel Focus, Hatch, preto, dos golpistas, para ir até seu veículo onde pegou R$ 1.300,00 (Mil e trezentos reais) e alcançou ao senhor de idade. Os dois suspeitos não apareceram mais e então o comunicante percebeu que havia caído em um golpe.