Sérgio Luiz Wachilewski, o acusado pela morte da professora Anita da Cunha Hugo, será recolhido temporariamente ao Instituto Psiquiátrico Forense.

A mulher foi morta no dia 8 de outubro de 2009, às 22h50, na ERS-350, em Camaquã.

Sérgio Luiz Wachilewski era namorado da vítima e teria conduzido o veículo Fiat Uno até a margem da rodovia, onde desferiu golpes na cabeça da mulher. Em seguida, ele jogou gasolina sobre o corpo de Anita e ateou fogo no veículo. A intenção dele era simular um acidente de trânsito.

O homem foi julgado nesta quinta-feira (15) no Tribunal do Júri da Comarca de Camaquã. Ele foi preso preventivamente pela Brigada Militar, após o término da audiência.

O julgamento iniciou durante a manhã e terminou somente à noite. Os trabalhos foram conduzidos pelo juiz criminal Felipe Selistre.

Com informações de Acústica FM