Hora de trabalhar: especialistas dá dicas para conseguir vaga de emprego

Fundatec promove palestra gratuita sobre o tema nesta quinta (23)

Atualmente, o desemprego no Brasil é de 12 milhões de pessoas, segundo último levantamento do IBGE. Destas, a maior porcentagem são jovens entre 14 e 17 anos e indivíduos com graus de instrução inferiores, como ensino médio incompleto e nível superior incompleto. Os números alertam para o cenário complexo em que se encontra o mercado de trabalho, assim como, para a alta competitividade nas vagas disponíveis. Diante disso, se faz ainda mais necessário encontrar meios de se destacar frente a outros candidatos, para garantir uma boa oportunidade.

De acordo com a Graduada em Gestão de Recursos Humanos e Analista de Marketing e Relacionamento da Fundatec Julia Schneider Achutti, existem vários fatores que chamam a atenção de recrutadores na hora da escolha, além da qualificação técnica necessária para a função, e muitas vezes, esses outros aspectos são decisivos para a avaliação.

Para quem está ingressando no mercado de trabalho é muito importante investir em uma boa apresentação e postura profissional quando tiver contato com o contratante, para expressar sua maturidade e compromisso. A especialista lista algumas dicas para se destacar nas seleções.

1 – Seja pontual: a pontualidade é o primeiro indício de comprometimento e confiança que o candidato poderá expressar à empresa contratante.

2 – Pesquise sobre a empresa: mostrar que você tem conhecimento sobre a organização, que você se interessou em pesquisar sobre o seu funcionamento é muito bem-visto aos olhos do contratante, pois demonstra seu interesse e envolvimento.

3 – Tenha claro seu objetivo profissional: muitas vezes o candidato não possui ou não sabe informar o seu objetivo profissional, o que impacta de maneira negativa na avaliação. Um candidato que possua objetivos alinhados aos da empresa, que demonstre motivação pessoal nas funções, certamente, terá um diferencial.

4 – Ensaie sua apresentação pessoal: para demonstrar segurança, não gaguejar e não esquecer de nenhuma informação relevante, é importante ter na ponta da língua o que se deseja falar. Em muitos casos, é recomendado o ensaio da apresentação, dessa forma o candidato também ameniza a ansiedade, pois tem o domínio do que irá falar.

5 – Demonstre vontade de aprender: as empresas precisam de pessoas com energia para aprender coisas novas e se envolver. É importante demonstrar esse desejo em qualquer oportunidade, mas em caso de vagas iniciantes, é ainda mais crucial, porque como o candidato não possui experiência, ele precisa contribuir com sua energia e disponibilidade, se fazendo útil e aberto às necessidades da empresa.

Além das orientações para a entrevista, Julia lembra que a seleção inicia antes disso, no momento em que a empresa recebe o currículo do candidato. Sendo assim, a construção de um bom currículo também é fundamental. “Pessoalmente ou por meios virtuais é importante que a primeira impressão de você seja a melhor possível e isso começa através do currículo, impresso ou de forma virtual, ele funciona como o seu cartão de visita. Para se destacar, pense: O que eu quero transmitir para a empresa”, comenta.

Além das dicas já citadas, no dia 23 de junho, Júlia explicará também como construir um bom currículo, entre outras orientações, na Palestra “Hora de Trabalhar – Consiga a vaga de sua vida”. O evento é gratuito e destinado a pessoas que desejam ingressar ou se reinserir no mercado de trabalho. O encontro será das 10h às 12h, na sede da Fundatec (R. Prof. Cristiano Fischer, 2012, Partenon – Porto Alegre/RS). As inscrições podem ser feitas pelo link do evento. O ingresso solidário é 1kg de alimento não perecível, a ser doado para o Coletivo Cozinheiros do Bem.

Experiência em Estagiário e Jovem Aprendiz pode ser decisivo no futuro profissional

Responsabilidade, comprometimento, capacidade de trabalhar em equipe, cumprimento de prazos e organização são qualidades básicas que as empresas esperam de qualquer candidato, seja ele de nível iniciante ou avançado dentro da carreira profissional. E as oportunidades de Estágio e Jovem Aprendiz proporcionam, justamente, o desenvolvimento dessas potencialidades, enriquecendo o currículo e o perfil profissional do jovem.

Por conta disso, Julia declara que, muitas vezes, o candidato apresentar em seu currículo experiências anteriores nestes formatos, é decisivo para sua contratação, ainda que as vivências não sejam na área da função a ser desempenhada.

“Quem começa a trabalhar cedo, se destaca por já ter desenvolvido algumas habilidades profissionais como aprender a comportar-se, dividir e responsabilizar-se por tarefas. E esse poderá ser um grande e decisivo diferencial para contratação ou não do candidato”, declara a especialista.

Desta forma, é aconselhável o ingresso no mercado de trabalho desde cedo, para que o indivíduo possa ir somando para si essas experiências enriquecedoras. A idade mínima para se candidatar a vagas de Jovem Aprendiz é 14 anos, enquanto Estágio é 16 anos.

Fonte: Usina de Notícias/Milena Domingues

POLÍCIA

Mulher foi presa transportando crack junto com a filha de 12 anos

Na noite desta sexta-feira, 24, a Polícia Rodoviária Federal prendeu três pessoas que transportavam uma carga de crack escondida em uma mochila. A ação...

Homem é morto com paulada na cabeça em Camaquã

Mais um caso contribuiu para o aumento nos índices de criminalidade do município de Camaquã, na madrugada deste sábado (25). Um homem de 40 anos...

Polícia Civil prende seis pessoas durante operação em Camaquã

Na tarde desta quarta-feira (23), uma megaoperação contra os crimes de organização criminosa, tráfico de drogas e homicídio foi realizada no bairro Bom Sucesso,...