Horto municipal vai colocar produção de alimentos na casa de famílias marianenses

Primeira produção será destinada as famílias habilitadas no projeto de complementação ao Bolsa Família

O projeto de recuperação e utilização do horto municipal pela secretaria de agricultura está em prática e o primeiro lote de hortaliças já está quase pronto para ser colhido. O projeto que vinha sido planejado e organizado desde o ano de 2019, tem como um dos objetivos atender a demanda da merenda escolar do município, com o plantio de canteiros de hortaliças orgânicas ao ar livre.

“Devido à Pandemia com a suspensão das aulas, a ideia é colocar a primeira produção na casa das famílias marianenses que estão habilitadas no projeto de complementação ao Bolsa Família, que entrega cestas básicas para os inscritos no programa. Projeto que inclui Assistência Social, Defesa Civil e Secretaria de Agricultura” destacou o secretário de agricultura Moises Segaspini.

Moisés ainda conta que para a produção do primeiro lote, a secretaria contou com apoio da empresa Vida, que usa resíduos da indústria da Celulose para aproveitamento agrícola e o município fez o aproveitamento do composto orgânico e corretivo de solo. Também foram recebidos por meio de doações resíduos das indústrias de arroz e sementes de hortaliças da empresa Isla, com isso, iniciaram as atividades do projeto, que está aos cuidados do servidor Laerte Devit.

Devit diz que o processo começou com a limpeza do local, preparação da terra e agora após 40 dias, já se vê um bom resultado, tem alface lisa, crespa, salsinha, cebolinha, couve-flor, brócolis e couve, também já plantei beterraba e nabo, que já começam a mostrar as mudinhas, conta o servidor. Pequenas estufas com batata-doce, maracujá e outras hortaliças também já aparecem, Laerte afirma que está sendo reaproveitado o material que já havia no local.

O secretário complementa que tudo será reaproveitado dentro das condições e possibilidades, acredita que muitas estruturas serão uteis para a recuperação do horto e para a produção de hortaliças que já possui meio hectare disponível para plantio.

“A projeção é que o horto seja utilizado também para o plantio de mudas nativas no caso de algumas atividades que requerem reposição florestal, com isso a disponibilidade de mudas de espécies nativas para recompor essas áreas em pequenas propriedades, proporcionam um ganho ambiental para toda sociedade” acrescentou Moisés.

informações: Prefeitura Municipal

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: