A comunidade tapense amanheceu com uma notícia triste nesta quinta-feira, dia 21. Isso por conta do falecimento de uma enfermeira de 63 anos de idade que atuava há mais de 20 anos no Hospital Nossa Senhora do Carmo de Tapes.

Rejane Timotheo havia recebido a cerca de um mês atrás o diagnóstico para Covid-19. De lá para cá ela passou por dois hospitais até ser transferida para o Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Infelizmente na madrugada desta quinta-feira, a profissional que ajudou a salvar tantas vidas não resistiu e veio a óbito.

Rejane era concursada no HNSC e reconhecida pelos seus colegas pelo companheirismo, dedicação, simpatia e a habitual tranquilidade que passava aos seus pacientes. Pelas redes sociais muitos colegas de Rejane postaram homenagens a ela, lembrando também de sua lealdade a esta profissão.

A Prefeitura Municipal de Tapes, através das Redes Sociais, também se manifestou sobre esta perda para o munícipio. “A quinta-feira amanheceu mais cinza, fomos surpreendidos com o falecimento precoce da Enf. Rejane Thimoteo, servidora do Hospital Nossa Senhora do Carmo. A Prefeitura Municipal de Tapes declara os mais sinceros sentimentos aos familiares, amigos e colegas desta profissional que tanto contribui para o município”.

Rajane que era natural de Porto Alegre deixa o marido Luizmar e filha Paola.