Em fevereiro, a equipe do Centro Municipal de Vigilância em Saúde identificou dois focos do mosquito Aedes aegypti no munícipio de Camaquã. Através do monitoramento realizado pelos Agentes de Controle de Endemias foram encontradas larvas e o próprio mosquito causador de doenças como dengue, febre amarela, zika e chikungunya, em duas localidades do município:

– Bairro centro nas proximidades do fórum

– Bairro Viégas às margens da BR-116

Neste primeiro momento, a Secretaria da Saúde, por meio Centro Municipal de Vigilância em Saúde está intensificando os trabalhos de fiscalização nos arredores dos locais onde foram encontrados os focos do mosquito. Todos os imóveis compreendidos nesta área serão visitados pelos agentes.

Um fato que gera preocupação é o alto número de imóveis fechados ou recusados. A população deve ficar atenta e recebê-los para orientações, pois o trabalho desses agentes é de extrema importância no controle da disseminação dos focos.

Os profissionais estarão uniformizados, porém, qualquer dúvida sobre a visita dos agentes, pode ser solucionada pelo telefone: (51) 3671-8665. A função principal das equipes será de orientar os moradores, para que seus imóveis não se tornem criadouros do mosquito. A população deve redobrar os cuidados em toda área externa da casa, tampando ou descartando corretamente os recipientes que acumulam água.