PROMOÇÃO Por tempo Limitado - 10% DE DESCONTO EM ARTIGOS PARA SUA CASA - www.loja.clicr.com.br

Importância da Humanização

Nossa rotina num contexto geral de uma pandemia como a Covid-19, está diretamente ligada ao nosso trabalho e a nossa vida pessoal, onde se misturam colegas de trabalho, familiares, amigos e pessoas que convivemos diariamente.

A cada momento em que surgem mais casos, ou quando nossos governantes lançam novos decretos para organizar, informar e conscientizar nossa sociedade, há uma nova mudança em um período tão curto que temos a impressão de estarmos confinados e desesperados numa eternidade. E ainda, sem ter uma data para podermos voltar a nossa antiga rotina, que sabemos que nunca mais será a mesma.

Em geral, estas orientações sobre aspectos de higiene que visam minimizar os riscos de contaminação do vírus, conscientização das eventuais mudanças de hábitos e possíveis implicações emocionais que podem ser acarretadas por conta da pandemia, devem ter abordagens relacionadas a verificação de temperatura e testes quando necessário. Para assim, fazer uma precaução das implicações do vírus e relacionar também as reações emocionais da quarentena e de aspectos psicológicos do isolamento, então resultando em informações precisas e que evitem o pânico.

Os riscos estão diretamente relacionados com o tipo de atividade desenvolvida. Ou seja, sempre que necessário, deve ser feita uma avaliação quantitativa dos mesmos, para comprovar o controle da exposição ou a existência dos riscos identificados na etapa de reconhecimento, dimensionar a exposição das pessoas e verificar a eficácia das medidas de controle.

Educar, informar e prevenir fazem parte de um processo contínuo de conscientização, assim se reflete uma série de ações social e públicas, podemos elencar algumas delas:

  • treinamento para triagem telefônica e/ou presencial para melhoria na efetividade da classificação de risco, visando identificação mais rápida dos pacientes de alto risco;
  • comunicação com a equipe assistencial para padronização das falas na instituição, a partir das recomendações dos órgãos oficiais, como o Ministério da Saúde e OMS;
  • criação de material impresso para os familiares que possuem contato com o paciente: informações de prevenção, manejo e contágio do vírus;
  • treinamento da equipe assistencial e de apoio para evitar situações discriminatórias por falta de conhecimento técnico;
  • atendimento individual ou grupal aos pacientes e familiares para redução de ansiedade, favorecendo modos mais efetivos de adaptação e enfrentamento;
  • suporte emocional frente às mudanças de quadro de risco e agravamento da doença;
  • assistência aos profissionais na linha de frente com sinais de contaminação, oferecendo suporte emocional.

Com isso vemos a importância da humanização, um papel fundamental dos processos técnicos de atendimento frente a uma pandemia. Além de possuírem bagagem necessária para o treinamento nas instituições de saúde pública com o foco não apenas técnico, mas humano, esses profissionais precisam ser estáveis emocionalmente.

Promover um atendimento humanizado é essencial tanto para pacientes quanto para os profissionais da saúde. Por isso, o papel desses profissionais se mostra tão importante em tempos como esses, profissionais estes que integram médicos, enfermeiros, atendentes, assistentes sociais, entre outros.

Todas as atuações acima desenvolvidas são de extrema importância em tempos de pandemia e constituem uma série de boas práticas que precisam ser seguidas para a superação da sociedade em momentos de crise.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: