O lockdown que iniciou na região às 20 horas desta sexta-feira (12) resultou em cidades vazias na manhã deste sábado. A medida foi debatida a adotada pelos gestores municipais que integram a Associação dos Municípios da Costa Doce (ACOSTADOCE) e Consórcio Intermunicipal Centro Sul como forma de conter os avanços do novo coronavírus.

O governo do Estado informou neta sexta-feira (12) que todos os 11 indicadores monitorados com relação à velocidade de propagação do coronavírus e à capacidade de atendimento hospitalar tiveram piora nesta semana – mesmo calculados em cima de números recordes da rodada anterior. Entre os quais, o número de registros de novas hospitalizações (+19%), de internados em leitos clínicos (+27%), de internados em UTIs (+19%) e de óbitos (+54%), contabilizando 1.343 mortes em apenas sete dias. Na quinta-feira (11/3), houve recorde no número diário: foram 276 mortes confirmadas em apenas 24 horas.

Para o prefeito de Sertão Santana, Irio Stein o lockdown é uma medida rigorosa, mas necessária, considerando o momento complicado de propagação do vírus.

“É uma medida por três dias e acredito que vai nos ajudar bastante, até porque não havia outra decisão a ser tomada com a mesma eficácia. Os efeitos efetivos só veremos entorno de 15 dias e espero que isto nos alivie, pois estamos numa situação muito complicada. Porém pedimos para população colaborar não só nestes três dias, mas entender que não é o momento de fazer festa, de passear ou de receber visitas”, completou o prefeito.

Sertão Santana

Por outro lado, o administrador colocou que no dia a dia as medidas da bandeira preta do Distanciamento Controlado determinadas pelo governo do Estado deveriam ser flexibilizadas para permitir o funcionamento do comércio e serviços, de maneira controlada.

“Entendo que essa restrição de trabalho e o confinamento não seja a solução. O povo precisa trabalhar e em casa se adoece mais fácil que trabalhando. Não é justo que alguns comércios não possam atender uma pessoa de cada vez respeitando com os cuidados necessários, mas são medidas que o Estado tomou então devemos respeitar”, pondera Stein.

Em Arambaré a situação do lockdown é um pouco mais complicada, considerando a estação do ano e o fato que a cidade é um balneário. Já pela manhã alguns moradores denunciaram a presença de pessoas fazendo caminhadas na orla da praia, atividade que está proibida pelo decreto municipal.

A vice-prefeita e secretária municipal da Saúde, Ida Machado, coloca que embora o comércio esteja cumprindo as determinações e a grande maioria dos moradores estejam confinados em casa, existem frequentadores da praia que ignoram os avisos.

Arambaré – Equipe de fiscalização

“Estamos acionando equipes de fiscalização. Principalmente na orla da praia. Os frequentadores da nossa praia infelizmente só estão vindo pra cá com o sentimento de lazer e usando o Lockdown como se fosse feriadão.  Temos a certeza de que o isolamento é o instrumento mais eficaz para evitar o contágio das pessoas ao coronavírus. As forças policiais e o Ministério Público também estarão nos assessorando nessa ação para o cumprimento do lockdown. Isso tem tido efeito sim na redução dos números de casos positivo”, garante Ida.

Em Sentinela do Sul o prefeito em exercício, Paulo Coutinho, circulou pela cidade na manhã deste primeiro dia de lockdown e conferiu as ruas praticamente vazias. Ele louvou a atitude dos moradores que estão respeitando as medidas e falou da importância desta atitude.

“Isso é muito positivo e mostra que temos que respeitar os nossos profissionais de saúde que lutam incansavelmente para manter a vida e o atendimento em saúde. Hoje temos quatro pacientes em casa, com oxigênio, pois não temos mais onde internar ninguém. Nosso hospital de referência, que é Camaquã está sem vaga e não temos mais pra onde mandar pacientes”, concluiu.

Sentinela do Sul

A secretária municipal de Saúde de Chuvisca, Sheila da Silva, confirmou nesta manhã que os órgãos de fiscalização do município, estão contentes com os resultados até aqui. Ela considerou ainda que comércio local está fazendo muito bem a sua parte, inclusive no decorrer da semana, além de que a população em geral tem colaborado com as medidas de segurança sanitária.

“Tivemos alguns dias na semana com um pouco mais de aglomerações nos comércios, mas já nesta sexta-feira (12) estava bem controlado. A população atendeu nossos pedidos quanto a não sair com toda a família e tomar todos os cuidados”, comentou a secretária.

Chuvisca

Ela informou ainda que as equipes de fiscalização já estão desde o início da semana fazendo visitas, acompanhando as situações, orientando e fiscalizando. Desde a noite de ontem, a partir do início do lockdown, esses trabalhos se intensificaram com equipes de plantão e o apoio direto da Brigada Militar, que durante todos estes dias estarão fazendo rondas e fiscalizando para que todos cumpram as regras.

A equipe de fiscalização salientou que os resultados da noite de sexta-feira (12) e da manhã deste sábado (13) são muito positivos quanto ao objetivo do lockdown.