Mariana Pimentel projeta perdas de R$14 milhões em virtude da estiagem

Perdas foram acentuadas no tabaco, milho e batata doce

Reunião definiu estratégias para minimizar os prejuízos aos agricultores

O município de Mariana Pimentel decretou no dia 03 de janeiro situação de emergência, após levantamento da situação por conta da estiagem que atinge a região há mais de 60 dias. O decreto N.º 1312 foi encaminhado para reconhecimento/homologação, enquanto os planos de trabalho exigidos pelo Ministério da Integração estão sendo construídos base aos índices dos relatórios entregues pela Coordenação Municipal de Defesa Civil – COMDEC em parceria com a EMATER/ASCAR e Procuradoria Geral do Município.

A mobilização da administração municipal começou ainda em dezembro, quando relatos da situação enfrentada pela agricultura e pecuária começaram a chegar aos órgãos público. A partir dai a equipe da COMDEC juntamente com a EMATER foi a campo fazer o levantamento das perdas. Segundo os dados contabilizados até a publicação do decreto houve uma perda da produção de milho safra 70%, fumo 40%, batata doce 30%, afetando também a produção de subsistência das famílias, escassez de água para consumo, por consequência afetando todos os setores da sociedade, somando em valores, prejuízos de mais de R$ 14 milhões de reais.

Para auxílio de emergência, visto a morosidade no processo de reconhecimento dos decretos até sua homologação e solicitação de recursos para tentar minimizar as perdas, o prefeito junto a equipe do COMDEC e EMATER está em contato com a Defesa Civil estadual para solicitar apoio emergencial, como exemplo, a solicitação dos reservatórios de água para abastecimento dos pontos mais críticos.

Com informações Prefeitura Municipal / Edição Portal ClicR

 

Artigos relacionados

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: