Com duração de 20 horas, distribuído em quatro tardes, teve encerramento nesta quinta, 28, no Farol do Saber, o curso de Boas Práticas para a Produção de Alimentos, pelo SENAI, curso oferecido pela Secretaria de Agricultura com objetivo de qualificar e capacitar os produtores locais, consolidando o Sistema de Inspeção Municipal – SIM, oportunidade para o desenvolvimento de agroindústrias locais.

Um público interessado e participativo que aproveitou e marcou presença todas as tardes, um aproveitamento de 100% para o 1º curso do SEBRAE ministrado presencialmente na região CENTRO-SUL, nesse momento de retomada das atividades por conta da pandemia. Um público recorde no curso, segundo a ministrante, Luane Fagundes, Nutricionista, pioneira na matéria do curso pelo SENAI.

Luane falou sobre o crescimento na indústria de alimentos durante o período de Pandemia, lembrando que o setor alimentício não parou e muito da procura deste curso, se deu pela da busca pela qualificação para fazer da atividade o ramo principal.

“Além da preocupação com uma alimentação saudável e de qualidade que fortalece e deixa mais evidente a criação das agroindústrias”, complementa.

Para o secretário Moisés Segaspini, que contou com o apoio da equipe da secretária e da parceria da Emater através da extensionista rural, Fernanda Côrrea, foi uma satisfação enorme e gratidão pela comunidade que aderiu ao curso, participando ativamente todos os dias. Segaspini falou também sobre os produtores que já estão em encaminhamento para a construção, andamento e finalização de agroindústrias no município.

“Mel, ovos, chimia, aipim, embutidos e panificação são produtos que em pequeno e médio prazo estarão despontando em Mariana Pimentel”, avalia e comemora.

Para o próximo curso já existe uma lista de espera. Os interessados podem procurar a secretaria ou a Emater.  O secretário reforça que a secretaria de Agricultura está de portas abertas para todos os produtores, seja para apoio e orientação técnica, consulta de serviços, demandas ou parcerias. A ideia, segundo os gestores municipais, é alavancar o setor partindo da premissa do trabalho técnico amparado e embasado nas legislações e políticas públicas que auxiliem os produtores em todos os âmbitos.

Fonte: Ascom Pref. Mun. Mariana Pimentel