Uma discussão de trabalho envolvendo o médico Ruan Carlos, o secretário municipal da Saúde, Julio Cesar Figueredo Doze e o prefeito Gilmar Alba, o Gringo, acabou com todos parando na Delegacia de Polícia Civil depois que o médico e o secretário entraram em luta corporal, junto a Unidade Básica de Saúde 24 horas, no final da tarde desta terça-feira, 30 de março.

Populares que estavam no local relataram que perceberam quando a situação se acalorou e ambos os envolvidos subiram o tom de voz. Disseram ainda que já na sequência da discussão o médico e o secretário trocaram agressões físicas, mas foram contidos pelo prefeito.

A reportagem do Portal ClicR esteve no local instantes após o ocorrido e ainda conseguiu flagrar as marcas de sangue nas vestes dos envolvidos, porém nenhum deles quis falar com a imprensa naquele momento.

A polícia civil chegou logo em seguida e conduziu os envolvidos e algumas pessoas que testemunharam o fato para colher depoimentos na delegacia.

Versão do prefeito

Após o registro da ocorrência na DP o prefeito Gringo falou com a reportagem do Portal ClicR e saiu em defesa do secretário Doze. De acordo com o administrador o médico teria dito ser contrário ao sistema de registro de ponto eletrônico para controle de jornada de trabalho, que o secretário quer implantar na UBS.

Gringo disse ainda que quando tentou intervir na discussão o médico lhe desacatou dizendo não estar falando com ele, mas sim com o secretário. O prefeito contou que neste instante deu voz de prisão ao profissional da saúde, momento em que os ânimos se alteraram ainda mais e quando o secretário quis intervir foi golpeado por uma cabeçada na face desferida pelo médico.

O prefeito afirma que não quer mais Ruan trabalhando na saúde pública municipal, pois entende que o médico não quer cumprir as determinações legais.

Sobre Ruan

O Portal ClicR tentou por diversas vezes fazer contato com o médico que não atendeu as nossas ligações. A única versão do profissional de saúde colhida pela reportagem foi no momento em que esteve na UBS, durante a ocorrência, quando Ruan pediu as testemunhas “eu só quero que vocês falem a verdade”. O portal segue à disposição para maiores esclarecimentos.