Uma tragédia abalou o hospital Nossa Senhora Aparecida, em Camaquã, neste sábado 20 de fevereiro, quando o médico plantonista Márcio Rogério Muller, de 42 anos, que cumpria plantão na Unidade de Terapia Intensiva – UTI, foi encontrado morto no quarto de descanso da instituição.

De acordo com a nota emitida pela direção do hospital o profissional da saúde teve um mal súbito. A Delegacia de Polícia de Camaquã que fez o registro da ocorrência informou que as causas da morte estão sendo investigadas e que o corpo foi encaminhado ao IML para necropsia.

Confira na íntegra a nota emitida pelo hospital N. S. Aparecida

O Hospital Nossa Senhora Aparecida de Camaquã lamenta profundamente o falecimento do médico emergencista Márcio Rogério Müller, 42 anos, ocorrido neste sábado (20), após sofrer um mal súbito durante atendimento em nossa instituição. Ele atuava como médico plantonista em unidades de emergência na região metropolitana e unidades de terapia intensiva. Natural de Canoas, formado em medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 2009, deixa esposa e 3 filhos.

A Direção e toda sua equipe manifestam suas condolências aos familiares e amigos do médico neste momento de imensa dor.

Com certeza, sua memória será lembrada por colegas de profissão e por todos que tiveram a oportunidade de conhece-lo.