A guerra comercial entre EUA e China e a peste suína no país oriental influenciaram diretamente nos preços da soja e suínos. O resultado foi uma alta de 6,8% no Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (Iipr) no mês de junho. Esta é a maior valorização do indicador nos últimos três anos. Já a queda de 3,3% na taxa de câmbio foi responsável por uma retração de 0,17% nos custos de produção no mesmo período, conforme o Índice de Inflação dos Custos de Produção (Iicp). O resultado vem após três meses consecutivos de alta e é a primeira vez que fica abaixo do Ipca nos últimos 12 meses. Apesar do resultado do último mês, o saldo final é uma queda na rentabilidade dos produtores rurais.

A economista do Sistema Farsul, Danielle Guimarães, explica que o resultado é a soma de dois cenários. “Temos o custo abaixo da inflação, mas os preços também estão abaixo do que nas gôndolas dos supermercados, bem diferente do ano passado. Isso é o que gera a redução de rentabilidade”, comenta. No primeiro semestre de 2019, o Iicp teve uma queda de 1,05%, enquanto o Ipca aumentou 2,23%. Já o Iipr até junho acumulou alta de 0,23% contra 2,89% do Ipca Alimentos.

No acumulado de 12 meses, o Iicp registrou crescimento de 2,80% e o Ipca, 3.37%. No mesmo período, o Iipr ficou em 2,77%, abaixo do Ipca Alimentos 3,99%. Os diferentes movimentos mostram não haver uma relação direta entre os custos de produção e os preços em geral. Também há distanciamento na velocidade com que os preços são corrigidos nas prateleiras e no campo.

Confira o relatório completo

Fonte: Farsul