O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas estará no Rio Grande do Sul na tarde desta sexta-feira 02 de agosto, visitando as obras da Ponte do Rio Guaíba e de duplicação de trechos da BR-116, entre Guaíba e Pelotas. O governo prevê a duplicação de 234,9 km na rodovia, até o fim de 2021.

Exército está otimista

No trecho entre Tapes e Guaíba, lote 01 e 02, o 1º Batalhão Ferroviário do Exército Brasileiro está trabalhando atualmente com 180 homens militares nas obras.

Recentemente, em entrevista à imprensa gaúcha, o general Geraldo Antônio Miotto, garantiu que a duplicação destes lotes que compreende 50 quilômetros, deve ser concluída antes do prazo previsto e que já no ano que vem alguns trechos devem ser liberados para o tráfego.

O Exército Brasileiro assumiu a execução da duplicação dos lotes 01 e 02 por meio de um contrato firmado com Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), depois que a empresa Constran que era responsável pelo serviço abandonou os trabalhos e entrou com recuperação judicial, quando teve o contrato rescindido. O militares iniciaram os serviços efetivamente em fevereiro deste ano e o contrato segue vigente até fevereiro de 2022.