Além do grande movimento de pessoas na praia, a tarde do dia 1° de janeiro foi de 2021, em Arambaré, foi marcada pelas cerimônias de posses dos novos representantes políticos do município para o mandato 2021/2024.

A sessão solene promovida na Câmara Municipal de Vereadores foi reservada somente às autoridades que foram empossadas e à equipe que conduziu os trabalhos, devido aos protocolos de segurança contra o coronavírus, contudo o ato foi transmitido ao vivo pela internet, no Facebook.

A sessão iniciou presidida pelo vereador Gerson Pastoriza (MDB), conforme protocolos da Casa de Leis, o qual tomou posse e empossou os colegas, Ademar Lombardi (MDB), Ângela Longaray “Toia” (MDB), Cristiane Silva (PDT), Iago Kielermann (PDT), Márcia Bischoff (PSB), Marizete Medeiros (PSDB), Miro Curto (PDT) e Rodrigo Garcia (PL).

A escolha da mesa diretora para 2021 ocorreu mediante apresentação de chapa única que elegeu Miro Curto como novo presidente, Rodrigo Garcia como vice-presidente e Márcia Bischoff no cargo de secretária.

Foto: Divulgação/Câmara de Vereadores de Arambaré

O novo presidente assumiu os trabalhos de condução da sessão e promoveu a posse do prefeito eleito Jardel Magalhães e da vice-prefeita Ida Machado.

Ida e Jardel agradeceram e prometeram empenho

Jardel Magalhães e Ida Machado – Foto: Divulgação/Pref. Arambaré

Ao usar a tribuna para se pronunciar durante o ato de posse, a vice prefeita Ida Machado destacou sua trajetória na política local.

“Foi uma longa jornada pra chegar até aqui. Minha trajetória começa na emancipação de Arambaré e isso já fazem 30 anos, então é uma conquista gradativa, de muito trabalho, dedicação e acima de tudo é uma conquista por acreditar em Arambaré”, afirmou.

A vice prefeita dedicou a conquista às suas raízes familiares e embargou a voz pela emoção ao fazer uma referência especial aos pais, destacando ter sido lembrada durante a campanha eleitoral como a “filha do açougueiro”. Finalmente ela destacou o orgulho que tem da família e do sobrenome Garcia Machado.

“Este momento nos gratifica muito, nos deixa felizes, nos deixa orgulhosos, mas também nos promove a certeza da responsabilidade. Temos muito o que fazer. Nós mesmos temos muitas expectativas daquilo que podemos fazer e do que a comunidade espera de nós”, destacou.

O novo prefeito também se pronunciou e iniciou sua fala lamentando não poder estar compartilhando o momento da posse presencialmente com os familiares e com a comunidade, em função da pandemia.

Pegando um “gancho” da palavra confiança mencionada anteriormente pela vice-prefeita, ele falou da construção da coligação, acrescentando que foram quatro ano de conversas e planejamento para a montagem de um projeto de governo e atribuiu o sucesso nas eleições à união das ideias e ao trabalho de cada um. Mencionou as eleições anteriores em que concorreu e considerou: “Tudo na vida tem a sua hora”.

Jardel reafirmou suas metas de trabalho e elencou alguns pontos que têm evidenciado desde a campanha, incluindo a participação popular no governo, a exploração das potencialidades da lagoa e o fortalecimento do emprego e renda aos moradores locais. Também prometeu uma nova forma de fazer política enquanto gestor municipal.

“Acima de tudo Arambaré. Chega de olhar a velha política e deixar de fazer isto ou aquilo. Não vamos olhar pelo retrovisor e sim pelo para-brisas. Nós fomos eleitos para o para-brisas, para olhar e andar para frente. O que foi feito ou o que deixou de ser feito em Arambaré a população sabe, então vamos trabalhar.

Contatos políticos e encaminhamentos

O novo prefeito destacou algumas relações políticas que considerou importantes para a condução de sua gestão, incluindo um contato recebido do gabinete do deputado federal Heitor Schuch (PSB) oferecendo apoio, uma articulação com o deputado federal Giovani Cherini (PL), que já indicou R$ 500 mil para a aquisição de uma patrola, uma intermediação do ex-deputado estadual Catarina Paladini que intermediou encontro com o deputado federal Lucas Redecker (PSDB), o qual prometeu destinar emenda parlamentar de R$ 350 mil para o projeto de construção da nova ponte sobre o arroio Velhaco, que liga o centro ao Caramuru. Também informou que já esteve em tratativas com o secretário estadual de Obras e Habitação, José Stédile, que garantiu a destinação ao município de R$ 100 mil para investimentos em estradas e R$ 70 mil para a perfuração de poços artesianos, pra combater os efeitos da estiagem.

Ainda sobre encaminhamentos Jardel mencionou que visitou o Daer (Departamento Estadual de Estradas e Rodagens) para uma análise e possíveis melhoras nas linhas de ônibus intermunicipais em Arambaré e o IGP (Instituto Geral de Perícias) visando implantar no município o serviço de confecção de RGs (carteiras de identidade).

A entrega das chaves

Após o ato de posse na Câmara, Jardel e Ida foram recebidos pelo já ex-prefeito Alaor Pastoriza, em frente à prefeitura municipal, que num ato simbólico entregou as chaves do Centro Administrativo ao novo comandante do Executivo Municipal.

Alaor destacou a simbologia do gesto que evidencia a importância do processo democrático.

“Quero parabenizar a você e a Ida e a todos que lhe acompanharam nesta eleição e por isso acho mais do justo que sejam entregues em suas mãos as chaves da prefeitura e desejo sucesso a você”, disse se referindo a Jardel.

Jardel retribuiu o carinho e também pontuou o valor que a democracia representa.

“Que as coisas caminhem cada vez mais de maneira democrática, transparente e espero que Deus permita de quando chegar minha saída possa aqui também passar as chaves ao meu sucessor”, finalizou.